Quem são as mulheres do Lollapalooza 2019 (e outras que poderiam/deveriam vir)

Faltaram mulheres na line-up, mas o que não faltam são opções para as próximas edições

Na tarde dessa quarta-feira (21), o Lollapalooza anunciou sua tão esperada line-up. Embora a lista de artistas confirmados tenha algumas boas surpresas, como Kendrick Lamar e Troye Sivan, também trouxe uma triste constatação: apenas 11 das 60 atrações são ou possuem mulheres

Quem são elas?


Entre os headliners dessa edição, apenas uma figura feminina: Marisa Monte, dos Tribalistas, os primeiros artistas nacionais a ocuparem esse posto importante do Lolla BR. Mas, se temos uma mulher fazendo história em cima da line, para encontrarmos outra precisamos descer bastante entre as atrações.

St. Vincent é a primeira artista internacional a aparecer na line-up. Extremamente aclamada pela crítica por discos como o autointitulado "St. Vincent" e o mais recente "MASSEDUCTION", lançado em 2017, ela volta ao Lollapalooza Brasil e promete um showzão, como o de sua primeira passagem por aqui.


Entre as surpresas, Jorja Smith aparece para preencher aquela cota de "novatas do pop", como Zara Larsson e Halsey em outras edições. Já a ala nacional recebe o reforço pesado de Liniker e os Caramelows, Groove Delight, Carne Doce, Luiza Lian, Duda Beat e Jain, além das bandas Aláfia e Autoramas, ambas com uma mulher cada.

Quem poderia/deveria vir?


Por mais que tenhamos curtido a line, principalmente as atrações femininas nela, precisamos reconhecer  a falta que mais mulheres fazem para a lista de artistas do festival, ainda mais porque rumores davam a entender que muitas outras viriam pra cá em abril do ano que vem. Entre as cotadas, mas que acabaram se tornando apenas uma doce ilusão, tínhamos Dua Lipa, Billie Eilish e Hayley Kiyoko, além do ABBA, com duas mulheres em sua formação.



Não precisamos ir muito mais longe para pedirmos mais uma atração feminina. É só olhar para as line-ups dos Lollas Argentina e Chile. Cadê Rosalía no Brasil? A estrela em ascensão repete o feito de Camila Cabello no Lolla 2018 que, por ter um público próprio por aqui, acabou deixando nosso país pra depois e fez uma turnê especial pra gente. E Rosalía? Voltará ao Brasil em turnê solo pra justificar sua ausência?

Para além das que eram apenas rumores, têm também artistas ótimas que são frequentemente pedidas e nunca nem vieram ao Brasil, ou aquelas que poderiam facilmente fazer um repeteco, como é o caso de Florence + The Machine. A cantora lançou esse ano o disco "High As Hope" e funcionaria muito bem como headliner do evento.



Quem também poderia ser uma das atrações principais é a Sia. A artista nunca veio ao Brasil, por isso não falta repertório para cantar por aqui. Além disso, ela recentemente se uniu à Diplo e Labrinth no projeto LSD. Um show deles por aqui não seria nada mal.

E não poderíamos deixar de falar de Robyn, afinal, sem ela muito do que escutamos hoje em dia não existiria. Depois de oito anos sem material inédito, a sueca voltou esse ano com o incrível "Honey", provando estar melhor do que nunca. E como ela cancelou sua vinda ao Rock In Rio em 2015, está nos devendo uma passagem por aqui.

A quantidade de nomes femininos nacionais nos agradou, mas sempre dá pra ser maior (principalmente na parte de cima da line). IZA, Karol Conká e Pitty são algumas possibilidades.


Ainda tem muita gente boa que lançou materiais recentes e que poderia vir ao nosso Lolla. Repetecos de festival com e HAIM, novas apresentações em terras tupiniquins de Charli XCX, AlunaGeorge e Allie X, e estreias no Brasil de Kali Uchis, SZA, Rita OraAlessia Cara, Anne-Marie, Lykke Li, Jess Glynne e The Aces seriam ótimas pedidas.

E você? Sentiu falta de qual figura feminina na line de 2019?

Quem são as mulheres do Lollapalooza 2019 (e outras que poderiam/deveriam vir) Quem são as mulheres do Lollapalooza 2019 (e outras que poderiam/deveriam vir) Reviewed by Nathalia Accioly on 11/22/2018 06:50:00 PM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.