Sim, a gente te solta, Nego do Borel

Semanas após aparecer em foto com Bolsonaro, Nego do Borel revive personagem que reforça inúmeros estereótipos misóginos e LGBTQfóbicos.

Já dizia Nina Simone que “não se pode ser um artista, sem refletir o seu tempo”. A política e a cultura pop estarão sempre de mãos dadas, e mesmo quando os artistas inseridos nela buscam uma posição neutra, isentona, eles estão omitindo algo e, desta maneira, comunicando alguma coisa também.

Apenas algumas semanas após aparecer em uma foto ao lado de Jair Bolsonaro, pré-candidato a presidência da República e, entre outras coisas, denunciado por racismo e condenado por injúrias misóginas, o cantor Nego do Borel achou que seria uma boa ideia resgatar uma velha personagem que interpretava na internet, reforçando inúmeros estereótipos racistas, misóginos e LGBTQfóbicos.

A personagem, criativamente chamada por “Nega da Boreli”, é a personificação dos tantos estigmas que a imagem de mulheres e gays negros foi historicamente associada. Ela é desbocada, atrapalhada e toda escandalosa. Quer dançar, incomodar e, enquanto grita e causa pela vizinhança, até perde o calçado. Perto do fim, o vídeo ainda guarda um beijo entre o cantor e outro cara, que garante a representatividade branca de outros clipes de Nego, como “Pretinha Vou Te Confessar”.

Sendo um nome de peso dentro de um gênero musical ainda dominado por homens e heterossexuais, tivesse ele feito desta uma oportunidade de incluir mulheres e LGBTQs para protagonizarem e representarem quem realmente são, sem essa forçação de barra que os ridiculariza e ainda visa lucrar em cima disso.

A internet facilitou e muito a ascensão e avanço dos debates sobre minorias no Brasil, de forma que permanecer no erro dificilmente será uma questão de não ter acesso a informação. Não dá mais pra ser racista e dizer que foi mal interpretado, machista e dizer que o mundo tá chato, nem apoiá-los e acreditar que sairá ileso.

A gente te solta, sim, Nego, e lamentamos os tantos vacilos, principalmente vindo de um dos maiores artistas negros do pop brasileiro atual e com uma música que é realmente muito boa.

Sim, a gente te solta, Nego do Borel Sim, a gente te solta, Nego do Borel Reviewed by Guilherme Tintel on 7/09/2018 11:22:00 PM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.