Há 10 anos, Lady Gaga começava sua carreira com "Just Dance" e fazia história

Ambiciosa, ela sempre teve como objetivo revolucionar o pop, e assim o fez.

Nem parece que já faz tanto tempo assim, mas há 10 anos, Lady Gaga se lançava oficialmente na música com "Just Dance". E o que seria apenas o primeiro single oficial de seu disco de estreia se tornou muito mais do que isso. Era o início de uma carreira de sucesso de alguém que, em tão pouco tempo, reinventou a música pop. 



Composta em parceria com Akon e RedOne, que também produz a faixa, "Just Dance" atingiu o topo da Billboard Hot 100 no dia 17 de janeiro de 2009, onde ficou por três semanas. Mais do que sucesso comercial, "Just Dance" representou uma virada na carreira da cantora, que finalmente estava sob a tutela de uma grande gravadora e teria a oportunidade de se lançar com o nome Lady Gaga. Após o sucesso da canção, ela refletiu sobre o quão importante esta foi pra ela:

Essa faixa salvou minha vida. Estava em um momento sombrio em Nova York. Estava tão depressiva, sempre em um bar. Peguei um avião para Los Angeles para fazer música e ganhei uma chance de escrever uma canção que mudaria minha vida, então eu fiz. Nunca mais voltei. Deixei para trás meu namorado, meu apartamento. Eu ainda não voltei. Minha mãe entrou lá e limpou tudo para mim.

Não foi só a vida de Gaga que mudou. Ambiciosa, Stefani sempre teve como objetivo revolucionar o pop, e assim o fez. Com "Just Dance", trouxe de volta o disco, misturando influências eletrônicas com sintetizadores de forma que há muito tempo não víamos na indústria, em uma letra que não se leva tanto a sério e fala apenas sobre uma noite louca, onde tudo que ela quer é beber e dançar. 

Para além da música, ela "revolucionou a cultura dos videoclipes", como diz Jonas Akerlund, diretor de algumas das principais produções da cantora. Em uma época onde clipes perdiam sua relevância, Lady Gaga mostrou a todos o poder de uma boa identidade visual, não só em vídeos como na criação de uma persona. Gaga relembrou que significa ser um ícone, criando símbolos para a cultura pop, que andava adormecida e pouco emocionante. 

Sensual e sexual, ousada e desbocada, com sua "playboy mouth", cheia de boas referências de quem cresceu ouvindo o pop dos anos 80, mas com o frescor que a indústria necessitava desesperadamente, Lady Gaga teve coragem para subverter todos os valores da época e reinventar a roda. E tudo começou no dia 8 de abril de 2008, com "Just Dance". 

Depois veio seu primeiro disco, "The Fame", provando para toda uma indústria que duvidava de sua capacidade que ela não era apenas uma one hit wonder. Em "Poker Face", uma das poucas músicas a ganhar certificado de diamante por suas vendas nos Estados Unidos, Lady Gaga se mostrou ainda maior, enquanto em "Paparazzi" criou um vídeo icônico, com coreografia e figurinos estranhos e extravagantes, além de fazer performances que trouxeram novamente relevância às premiações.

Teve o "The Fame Monster", "Bad Romance", "Telephone" e, bom, o resto você já sabe: Lady Gaga se consagrou como o ícone de uma geração.

Há 10 anos, Lady Gaga começava sua carreira com "Just Dance" e fazia história Há 10 anos, Lady Gaga começava sua carreira com "Just Dance" e fazia história Reviewed by Nathalia Accioly on 4/08/2018 01:57:00 AM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.