O show do Imagine Dragons foi tudo aquilo que a gente esperava e muito mais

Ou seja: foi bom pra caralho.

(Foto: Fábio Tito/G1)

No dia 2 de abril de 2013, o vocalista da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, foi ao Twitter dividir com a internet o seguinte pensamento:


Curiosamente, naquela época, uma banda já despontava para ser, hoje em dia, aquela que é capaz de juntar todas as tribos: Imagine Dragons. No show desse sábado (24), no Lollapalooza, os caras mostraram seu poder sob um público de todas as idades que estava completamente em êxtase, assim como a própria banda.

Com um setlist focado principalmente no novo disco do grupo, o "Evolve", era de se pensar que a plateia não tivesse tanto conhecimento assim das músicas tocadas no show, né? Mas não foi isso o que aconteceu. Todas as músicas foram cantadas com muita intensidade e emoção pelo público, o que deixou toda a banda bastante impressionada e sorrindo à toa.



Também pudera. Quem não sabia a música conseguia aprender na mesma hora. É que os caras realmente sabem fazer canções perfeitas para serem cantadas em festivais. Refrões fáceis e ágeis, cheios de "oooohs" e que se repetem, tendo, em sua maioria das vezes, apenas uma frase, são a chave para que todas as pessoas consigam participar do show. Um exemplo é a primeira música, "I Don't Know Why", que eu mesma não sabia cantar todinha, embora já tivesse escutado, mas que, de tanto ter seu refrão repetido, continua na minha cabeça até o momento em que finalizo esse post (e duvido que vá sair logo).

Mas nada disso surtiria efeito sem Dan Reynolds. O vocalista da banda é tão carismático e tem uma presença de palco tão intensa que se ele fizesse o show sozinho, sem banda e instrumento nenhum, já teria valido à pena. Na segunda música o cara já estava sem camisa, logo depois foi pra plateia e antes do meio do show já tinha passeado de um lado ao outro do palco (umas mil vezes) com a bandeira LGBTQ+ e do Brasil.

Também não faltaram discursos. No começo, Dan fez referência a marcha a favor do desarmamento, que aconteceu nos Estados Unidos neste sábado, e disse que estava cansado de ver crianças sofrerem com a violência. Pediu para que respeitemos as diferenças e disse amar todos nós, sem distinção. Antes de "Demons", uma das mais cantadas da noite, outro discurso emocionante. Ele contou que a inspiração por trás da canção veio após ser diagnosticado com depressão e ansiedade e lembrou a todos que essas são doenças e devem ser tratadas como tal.

Divido isso com vocês porque tem milhares de pessoas aqui que ou estão lidando com a depressão, mas ainda não sabem, ou estão lutando contra ela. (...) Por favor, por favor,  por favor, sigam em frente. Falem com seus amigos, falem com suas famílias. Se conseguir chegar lá, fale com um terapeuta. Não guarde tudo pra você. Não podemos passar mais nenhum dia estigmatizando isso em nossa cultura.


Além de "Demons", outras músicas levaram todo mundo no embalo (e você já deve até imaginar quais). Quem se enrolou na letra rápida de "Believer" não teve problema em cantar bem alto os "uuuuuh" da faixa. Incrivelmente, o momento mais alto de "Thunder" foi na parte do "Who do you think you are? Dreaming 'bout being a big star", aquela legenda perfeita de foto no Instagram. O show fechou com "Radioactive", com direito a tambor, muita luz vermelha e um coro altíssimo.



Diga o que quiser do Imagine Dragons. Que é manjado. Que é um rock fajuto. Que é música chiclete feita nos mínimos de detalhes pra grudar na sua cabeça. Se isso tudo é verdade ou não, sinceramente, não importa. A banda tem seu próprio som, sabe quem é, consegue falar para um público variado, tem hits, tem músicas com letras que importam, tem carisma e tem fôlego pra muito mais. Eles são completíssimos - e com um show desses como argumento, não há o que questionar.

É melhor alguém avisar ao Dinho Ouro Preto que nós encontramos a banda que ele procurava. 

O show do Imagine Dragons foi tudo aquilo que a gente esperava e muito mais O show do Imagine Dragons foi tudo aquilo que a gente esperava e muito mais Reviewed by Nathalia Accioly on 3/25/2018 03:33:00 AM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.