Claudia Leitte tá meio p*ta com a internet: “Transformar tudo o que faço num circo é ridículo”

Cantora foi alvo de críticas e piadas após uma pergunta sobre machismo e mulheres no mercado de trabalho em programa de TV.

Claudia Leitte tá meio puta com a internet e a forma como criam um circo em cima de tudo o que ela diz, principalmente em relação aos tópicos que ainda não domina muito bem.

Na última, a cantora de “Lacradora” se viu alvo de críticas e piadas por conta de uma pergunta feita no programa da Fátima Bernardes, na Globo, que falava sobre o machismo no mercado de trabalho.

A pergunta de Leitte foi a seguinte:

Geneticamente, me perdoem, é um questionamento mesmo. Geneticamente, a gente não é, como mulher, relacionada ao trabalho braçal, força bruta, ao aspecto físico mesmo, a gente não é mais sensível? Historicamente, a gente veio da costela de Adão. Mas a costela de Adão protege os órgãos, a costela sustenta a gente.

O que pegou para a internet foi o argumento após a pergunta, quando a cantora se baseia na bíblia para dizer que “historicamente”, a mulher vem da costela de Adão. Mas as críticas, no geral, não consideraram uma série de recortes, incluindo a noção de que, quando se fala em religião, muita gente toma essas histórias como verdades absolutas, e que esses conceitos podem ser desconstruídos com o tempo e, o principal, informação, que foi justamente o que ela estava tentando buscar com a sua pergunta.

Em vídeo, a cantora desabafou sobre a repercussão da sua fala, afirmando:

Eu tenho o direito de perguntar qualquer coisa, não tenho? Tenho o direito de questionar. Sou um ser humano, como qualquer outro, e tenho minhas questões, e às vezes nem todas as questões estão prontas”, disse Claudia. “O programa foi incrível! Reduzir o programa a uma pergunta minha, como se tivesse imposto ou dito que aquela era a minha opinião, e transformar isso numa coisa sensacionalista é ridículo, beira a opressão. Cobram uma postura, um feminismo, eu não sou militante de nada. Sou uma cantora, tenho minhas opiniões e outras coisas que tenho na minha cabeça.

Ela ainda completou: “Não vou ficar aqui fingindo que sei de tudo pra agradar meia dúzia de gente que não tem o que fazer na internet. E tudo o que eu falo, que eu abro a boca pra falar, parece que fica esperando um momento pra dizer que falei qualquer coisa que não tem sentido. (...) A gente tá em 2018, precisa ser um pouquinho mais tolerante com as pessoas. Querer transformar tudo o que faço num circo é ridículo.”



E ela não tá errada, né gente?

Tá certo que não é de hoje que a Claudia Leitte erra a mão em várias falas, mas é perceptível o seu esforço pra acompanhar todas essas discussões e buscar se aproximar desses discursos, mas isso não é algo que acontecerá da noite pro dia e, mais do que boa vontade, demanda tempo e muito aprendizado.

A internet, no geral, parece mais empenhada em destruir do que desconstruir e, quando esse tipo de postura chega em alguém que já não entende esses tópicos e está rodeado de privilégios que dificilmente o farão querer sair da zona de conforto, a tendência é tê-lo se afastando ainda mais desta realidade, e aí todo mundo perde.

Ela ainda vai errar muito gente, como qualquer outra pessoa, e tá tudo certo, desde que tenha a oportunidade de aprender e evoluir com esses erros. Ninguém nasceu sabendo, né? Então vamo dar uma chance pra moça!

Claudia Leitte tá meio p*ta com a internet: “Transformar tudo o que faço num circo é ridículo” Claudia Leitte tá meio p*ta com a internet: “Transformar tudo o que faço num circo é ridículo” Reviewed by Guilherme Tintel on 3/29/2018 11:40:00 AM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.