Em três minutos e quarenta e sete segundos, Selena Gomez nos faz repensar o sentido de sensualidade com seu novo clipe, “Hands to Myself”

Dando continuidade aos trabalhos de “Revival”, Selena Gomez, num clipe que seria considerado básico nas mãos de qualquer outro artista, ...


Dando continuidade aos trabalhos de “Revival”, Selena Gomez, num clipe que seria considerado básico nas mãos de qualquer outro artista, a (ex-)açucarada mostra que amadureceu não só na hora de escrever músicas, mas também na hora de fazer vídeos. Aos poucos a cantora dá vida a uma persona que nós estamos adorando. O tiro da vez foi o clipe de “Hands To Myself”, terceiro single do projeto, e, por nós, o ano acabava agora.

Falando do single citado, ele teve seu clipe divulgado ontem (21) no aplicativo Apple Music e, sobre ele... O que dizer? Estamos no chão. Toda sedutora e amando seu corpo, a cantora aparece em diversas cenas de lingerie numa cama, fazendo caras e bocas bem sugestivas, o que faz com que nos perguntemos se não trocaram a Selena que conhecíamos por uma sósia durante essa era. Confira:



Nos dê um minuto para processar isso.

Okay.

Que Selena Gomez acertou e fez desse o melhor clipe dessa era, algo bastante justificável, já que “Hands To Myself” é também seu melhor single até aqui, não está aberto para discussão, mas queremos aproveitar o momento para dizer que estamos bastante animados em saber que ela tem lidado tão bem com esse processo de amadurecimento. O pop está em boas mãos.

Em três minutos e quarenta e sete segundos, Selena Gomez nos faz repensar o sentido de sensualidade com seu novo clipe, “Hands to Myself” Em três minutos e quarenta e sete segundos, Selena Gomez nos faz repensar o sentido de sensualidade com seu novo clipe, “Hands to Myself” Reviewed by Lucas Matos on 12/22/2015 03:03:00 AM Rating: 5