X Factor Australia 2014: confira o nosso resumão para o que de melhor aconteceu (ou não) na final do programa

Foi ao ar, hoje, pela manhã aqui no Brasil, o último episódio da atual temporada do X Factor Australia. A franquia, que costuma ser a no...

Foi ao ar, hoje, pela manhã aqui no Brasil, o último episódio da atual temporada do X Factor Australia. A franquia, que costuma ser a nossa preferida entre as principais, não fez tão feio esse ano, porém, entendemos que tenha deixado um pouquinho a desejar se comparada aos três últimos anos, em que tivemos Reece Mastin, Samantha Jade e Dami Im como vencedores.

Pra início de conversa, a final mais coerente pra temporada seria entre o rockstar e ~sexy simbol~ Dean Ray, e a popstar (e melhor act da competição) Reigan Derry. Acabamos tendo Reigan eliminada no Top 4 e fomos pra final com Dean, Marlisa e os insossos Brothers 3. Menos mal, que os três irmãos acabaram ficando, assim como seu nome sugere, em 3º.

Dean foi, de longe, quem mais evoluiu ao longo da competição. De um babacão pedante e repulsivo na audition, ele se transformou num grande e carismático rockstar, meio indie, meio alternativo. Muito disso se deve, de novo, a um excelente trabalho feito por Natalie Bassingthwaighte, sua mentora na temporada, responsável por humanizá-lo, semana à semana.


Do outro lado nesse Top 2, tínhamos Marlisa. A menina de apenas 16 anos de idade, assumidamente pop, impressionou em sua audition e era apontada, desde o início, como forte candidata ao prêmio. Porém, ao longo da competição, ela nos criou muitas dúvidas se de fato estava preparada para isso. Sem originalidade e maturidade musical (a idade interferia um pouco, concordamos), acreditamos que ela já tinha chegado longe demais.


Na hora do resultado, somos surpreendidos pela informação que essa final já havia entrado pra história da Austrália como a mais apertada. Entre Dean e Marlisa, tivemos APENAS 0,01% de diferença. O que deixa o segundo colocado também se sentindo um campeão, convenhamos. Enfim, Marlisa acabou vencendo e lançando seu winner single, a bonitinha e bem vendável "Stand by You".


Ainda tivemos participando dessa final, o ex-jurado e melhor mentor da história do X Factor, Guy Sebastian, com seu novo single "Mama Ain't Proud", Olly Murs com "Wrapped Up" e Taylor Swift com o smash "Shake It Off". E, na véspera, ainda tivemos um dueto incrível e totalmente inesperado entre Dean (o campeão moral da temporada) e o maravilhoso Olly Murs.


Por fim, esperamos que mudanças sejam feitas na próxima temporada para o programa voltar a ser arrasador como era. Como fã da franquia, fico feliz por Ronan finalmente ter vencido. Já merecia faz tempo. Assim como Natalie, que ainda não venceu, mas é a mentora que mais tem evoluído. Esses dois podem permanecer pro próximo ano, até mesmo porque funcionam lindamente juntos. Já RedFoo (mais uma vez) e Dannii Minogue foram decepções e podem trocá-los, pois não farão falta. E, desde já, lançamos a campanha #VoltaGuySebastian e #NicoleVaiPraAustrália, pra serem a salvação criativa do painel.

E até a próxima temporada!