Recap | X Factor UK: os anos 80 voltaram na segunda semana dos Live Shows, confira o que rolou!

Se você passou a semana toda ansioso esperando pelas performances dos seus acts favoritos no X Factor UK, pode se acalmar pois o It Pop ...

Se você passou a semana toda ansioso esperando pelas performances dos seus acts favoritos no X Factor UK, pode se acalmar pois o It Pop te mostra agora tudo o que rolou no segundo Live Show da temporada!

Na semana passada, tivemos que dar adeus para as loiras cremosíssimas do Blonde Electra que, além de ótimas joke acts, tinham mesmo talento e carisma para movimentar a competição (muito mais do que Stevi e sua cara de Snoopy envelhecido). Ao lado das duas maravilhosas, o One Direct... oops ~~Overload Generation~~ também deixou o programa e nós agradecemos!!! Se um 1D já não está tão bom, vide o desempenho pífio do novo single dos rapazes, imagina mais uma boyband igualzinha despontando...

O tema dessa semana não poderia ser mais brega e previsível: anos 80. Já fazem quase 40 anos que nos despedimos dessa década cheia de cafonice e baladas cheesy, mas a produção do X Factor parece amar sabotar os candidatos ano após ano com essa temática vergonhosa. E pior: nada de Madonna, Michael Jackson ou Janet Jackson nas Song Choices #queríamosestarmortas

Vamos conferir o que rolou?

1. Jack Walton - "Straight Up" Paula Abdul
O programa já começou com toda a beleza twink de Jack Walton que nasceu em 1996 e não conhecia nada dos anos 80. Mesmo assim, o mocinho se saiu muito bem com "Straight Up" de Paula Abdul (saudades <3) e como sempre, arrancou suspiros das ladies (and gentlemen) presentes no auditório. O único problema é a insistência do rapaz com o violão, ninguém precisa de mais um white guy with guitar no show...


2. Stephanie Nala - "Call Me" Blondie
Pobrezinha da moça foi parar num merecido bottom na semana passada, se salvou e voltou disposta a sobreviver. Apesar do maldito dedo indicador sem controle que ela fica mexendo sem parar, Steph tava sexy, soltinha e com vocais mais firmes do que na semana passada. Ser a segunda a cantar, porém, pode indicar um desgosto da produção por ela. #PrayForNala


3. Andrea Faustini - "One Moment in Time" Whitney Houston
O ursinho italiano é fofo, carismático e um dos favoritos a vencer o programa com seu vozeirão. Mas vamos acordar pra vida, gente! Isso é X Factor, não The Voice. Não dá pra ficar cantando balada toda a semana só pra exibir sua potência vocal, falta versatilidade para o sr. Faustini... obviamente não vai sair, mas fica a pergunta: até quando?


4. Lauren Platt - "What a Feeling" Irene Cara
Pode ser sincero? Ela é chata. A expectativa era enorme pra muita dança, muita breguice, muita cor, muita luz com esse h-i-n-o aqui no Brasil mais conhecido pela versão "Como um Flash" de Sandy & Junior. Os jurados, para variar, babaram em cima da menina, mas só senti vontade mesmo de dormir. Carly Rose Sonenclar te mandou uma cartinha pedindo o lugar de candidata-infantil-mais-chata-de-reality de volta!


5. Ben Haenow - "Jealous Guy" John Lennon
Querido Ben, você tem lugar garantido nesse programa até a final e também nos nossos corações para sempre!!! Mais uma vez, esse lindo prova que é muito mais do que uma carinha bonita: ele tem carisma, talento, uma voz que derrete qualquer ser humano e tanta confiança que nem parece que ele ainda não é uma estrela. Por favor, já entreguem o prêmio!


6. Fleur East - "It's a Shame" Monie Love
Dando sequência ao maravilhoso Ben, só podia vir essa gatona mesmo. Mais uma semana e mais um arraso de Fleur East que cantou, dançou e até jogou um rap no meio de tudo! O medo é da falta de apelo dela com o público que geralmente gosta mais de votar em rapazes novinhos e bonitinhos ou gente chata com vozeirão, mas estamos no torcida!


7. Stereo Kicks - "Boys of Summer" Don Henley
Não dá pra negar que os oito rapazes são bonitos, fofos e cantam bem. Mas também é inegável que deixar esse monte de gente perdida no palco sem movimentação clara, sem coreografia, sem preparação fica muuuuuuito feio e chato. Cheryl representou cada um de nós jogando isso na cara dos meninos que estavam perdidíssimos na performance, mas Simon Cowell parece estar desesperado por um novo One Direction e foi puxar saco sem motivo... que o povo do UK pense mais como a srta. Fernandez-Versini!


8. Lola Saunders - "Imagine" John Lennon
Tá ficando feio a insistência da produção em transformar essa menina na Adele, mas, sem dúvidas, ela tem muito talento e fez mais uma performance muito bonita e eficaz. Sobre a song choice: poderia ser melhor. "Imagine" já está mais do que batida em reality shows e cantá-la só reforça a ideia de karaokê que os jurados tanto reclamam.


9. Jake Quickenden - "Total Eclipse of the Heart" Bonnie Tyler
Mais uma song choice batidíssima, mas que todos amam. Jake está tendo bastante trabalho pra provar que é mais do que uma carinha e um corpinho bonitos (muito bonitos, por sinal). Os vocais do rapaz mais uma vez não foram dos melhores, mas o moço se esforçou mais do que na semana passada e ainda tem chances de garantir sua vaga no programa.


10. Chloe Jasmine - "Fame" Irene Cara
Muitos a amam, outros vários a odeiam, mas o importante é saber que Chloe Jasmine é o act mais original dessa temporada. O estilo clássico e vintage da moça sempre deixa as canções parecendo como se fossem dela própria, o que é algo bastante positivo. Mas a fórmula nem sempre funciona: os jurados esperavam mais dela nessa semana e Simon acredita que ela corre grandes riscos de deixar a competição.


11. Paul Akister - "If You Don't Know Me By Now" Simple Red
Talentoso e carismático, Paul acabou sendo um pouco sonolento, mas isso talvez seja só pelo cansaço de um programa longo. O menino ainda é um dos favoritos ao prêmio e não deve (e nem merece) sair agora, mas falta um pouco mais de tranquilidade e confiança ao performar.


12. Stevi Ritchie - "Never Gonna Give You Up" Rick Astley
HAHAHAHAHAHAHAHA Anos 80 eles pediram, anos 80 Stevi entregou. Cafona, brega, cheesy, uma piada pronta, mas que acabou combinando com a proposta mais do que qualquer outro act. Teve tapete vermelho, paparazzi, mulheres seminuas se esfregando no chão, teve Mel B olhando com desprezo. Será que Stevi é o novo Rylan que se segurou no programa até o Top 5? Vamos esperar que não (ou que sim, nem sei mais o que dizer, sinceramente)


13. Only The Young - "Come On Eileen" Dexy's Midnight Runners
É muito engraçado ver a dinâmica do grupo: sem dúvidas, eles parecem ter um apelo muito mais americano do que britânico, chegam a soar country em algumas performances, além do apelo pop e indie, é claro. Mesmo não tendo uma essência tão britânica, mais uma vez os quatro (que, dizem as más línguas, formam dois casais: um gay e um lésbico) trouxeram frescor e dinamismo pro palco. Parabéns aos envolvidos! #We'reAllShippers


14. Jay James - "I'm Gonna Be (500 Miles)" The Proclaimers
Não bastasse a pimpação do público do UK no geral, o programa ainda coloca Jay James na melhor colocação da noite. O último a cantar sempre garante mais votos e ganha mais atenção dos espectadores. Nessa semana segura, o amável pai de família que encanta as donas de casa apostou numa baladinha mela-cueca que só aumenta meu desgosto por ele e toda essa chatice...


Amanhã é o dia de descobrirmos se o Reino Unido soube votar em mais uma Double Elimination. O círculo de oração pela permanência de Steph Nala já está rolando, venha orar conosco! Também amanhã, preenchendo a cota crossover The Voice, teremos Jessie J no palco (se DEUS quiser, não cantando Bang Bang) e também a banda do Adam Levine. Não perca!!!