Ouça em primeira mão a parceria de Nicky Valentine e Amannda na nova versão de 'Paradiso'

A gente nunca foi muito fã do mercado eletrônico nacional, primeiramente pelas limitações do gênero, que é bem genérico lá fora e aqui nã...
A gente nunca foi muito fã do mercado eletrônico nacional, primeiramente pelas limitações do gênero, que é bem genérico lá fora e aqui não seria muito diferente, mas em contrapartida ao nosso nariz torcido, sempre nos impressionamos quando paramos pra ler sobre os números dos artistas de EDM no Brasil, pois o cenário é quase que um universo paralelo na nossa música, com um público bem diferente dos que escutam a “música pop convencional” e que, ainda assim, tão bem dispostos a bater cabelo com alguns dos principais nomes do gênero por aqui.

Um bom exemplo do quão paralelo é este universo é a existência de Amannda, considerada um dos principais nomes femininos brasileiros na música eletrônica, tanto por suas colaborações de sucesso noite afora quanto por seus números na gringa, incluindo três aparições na parada EDM da Billboard. Ela é, inclusive, a primeira e única cantora brasileira a conseguir este feito três vezes, mas não termina aí.

Amannda recebeu há pouco tempo um convite pra cantar a música-tema de um festival de música eletrônica no México e, sem tempo a perder, aproveitou a oportunidade pra fazer mais uma parceria com Patrick Sandim (outro nome aparentemente grande neste meio, que coisa), com quem já trabalhou em sucessos segmentados, como “Can You Feel It”. A parceria ganhou o título “Paradiso” e já está disponível na versão original e remixes em lojas como iTunes e Beatport, mas espera, AINDA não terminou.

Isso porque, passado um tempo desde o seu lançamento, “Paradiso” pegou o clima de parcerias que está em alta no cenário internacional (teve até Elliphant com MØ, gente!) e resolveu trazer mais uma voz brasileira para as batidas de Sandim, e a escolhida foi ninguém menos que a Nicky Valentine, que no Brasil ainda promove seu CD de estreia, lançado pela Sony Music, “Papa’s Princess”.

Talvez fique um pouco complicado para Valentine conciliar a divulgação da nova versão de “Paradiso”, que totalmente direcionada para as pistas, com a baladinha que atualmente trabalha como single, “Vai Voltar”, mas a intenção é não ficar parada, pra que seu nome continue sendo assunto e, consequentemente, se torne cada vez maior, então todo esforço é bem vindo.

“Papa’s Princess”, por sua vez, já contou com outras canções de trabalho, como “Acabou” e “My Samba”, e deve ter seus trabalhos encerrados até o fim desse ano, provavelmente sem planos para relançamentos ou algo parecido. Será que demora muito até um próximo CD?

Aos interessados, a parceria tem seu lançamento com exclusividade neste post mesmo e pode ser conferida logo abaixo: