10 tweets sobre a volta de Aretha Franklin, que está viva e lançando novo CD com um cover da Adele

Dona de nada menos do que vinte prêmios Grammy e uma série de títulos invejáveis, que vai de Maior Cantora de Todos Os Tempos à uma das a...
Dona de nada menos do que vinte prêmios Grammy e uma série de títulos invejáveis, que vai de Maior Cantora de Todos Os Tempos à uma das artistas mais importantes da história da música, a cantora Aretha Franklin é, sem dúvida, um dos maiores ícones do soul e R&B, além de uma das artistas negras mais marcantes da história, mas não teve como escondermos a surpresa ao vê-la lançando um novo disco e, bem, fazendo um cover de “Rolling In The Deep”, da Adele, quando tínhamos a certeza de que Ela, A Lenda, já não era mais um ser que estava entre nós.  

Parece loucura, a gente sabe. Mas simplesmente não faz sentido. Teve aquele tributo naquela grande premiação há alguns anos, o Ed Sheeran e a Katy Perry mencionando seu nome em músicas recentes e vários outros artistas também demonstrando o seu lado fã, quando então notamos que, ainda que atualmente haja as ferramentas mais absurdas pra fazer qualquer um cantar, não tem como Aretha Franklin ter feito um cover póstumo de Adele e, sendo assim, ela DE FATO está viva.

Não veja isso como um desrespeito. Na verdade, o que mais temos por essa mulher é RESPECT. Mas só nos sentimos um pouco aliviados ao notar que boa parte da internet pensava como a gente, que continua procurando um sentido nesta vida. Vivemos uma mentira e agora entendemos a intensa vontade de Lana Del Rey.

1. Sim, viva.

2. Também estamos perdidos, Guilherme.

3. Nem nos fale.

4. A gente não fala espanhol, mas neste caso ela tava falando da Adele, né? Ela tá viva sim, temos certeza.

5. Esse aqui nós entendemos.

6. Queríamos estar mortos.

7. Que que isso?!

8. Quem sabia?

9. SIM.

10. Sempre bom frisar.


Sim, ela está mesmo viva. Seu novo disco se chama “Aretha Franklin Sings The Great Diva Classics” e, além do seu cover para o hit de Adele, também trará versões para “Nothing Compares 2 U”, da Sinead O’Connor, “At Last”, da Etta James, e até uma de “No One”, da Alicia Keys, porque pouco choque cronológico é bobagem.

O material completo e, com co-produção do Andre 3000, foi lançado na última terça-feira (30).



Queríamos estar mortos.