V.N.P.D.S.S.: "Ela vai ter que perder alguns quilos caso queira ser uma popstar", disse Dr. Luke sobre Charli XCX

Você não pode dormir sem saber que o produtor Dr. Luke , responsável pelos principais trabalhos de nomes como Britney Spears , Katy Perr...

Você não pode dormir sem saber que o produtor Dr. Luke, responsável pelos principais trabalhos de nomes como Britney Spears, Katy Perry e Kesha, tem sérios problemas em lidar com cantoras pop que não sejam exatamente magras. 

No começo deste ano, Luke enfrentou uma série de críticas após a internação de Kesha numa clinica de reabilitação, visto que a cantora foi tratar seus distúrbios alimentares, aparentemente adquiridos devido a pressão do produtor, que gostaria de vê-la mais magra e, durante as gravações do clipe de "Die Young", primeiro single do seu mais recente álbum, a chamou de "refrigerador"

A confusão rendeu mais do que o esperado e até os fãs da cantora, não só por isso mas também pelas limitações das produções de Luke com ela, se rebelaram pela internet, iniciando uma petição que pedia para que ele a liberasse de um contrato para oito álbuns, assinado antes da cantora emplacar seu primeiro sucesso.

Mas parece que Dr. Luke não aprendeu a lição e, enquanto decide se, sendo um doutor, está mesmo operando na mesa certa, ele agora foi acusado de ter ofendido a cantora Charli XCX, com quem recentemente entrou em estúdio, para trabalhar em músicas do seu segundo álbum.


Ao contrário do caso de Kesha, em que amigos de amigos de amigos de fontes confiáveis falaram sobre tal ofensa, só mais tarde confirmada por sua mãe, foi Charli XCX quem revelou o comentário infeliz de Luke, afirmando em seu Twitter que o cara disse, "é melhor ela perder alguns quilos caso queira ser uma popstar". Na mesma postagem, a cantora o chamou de grosso, enquanto contou com o apoio de sua amiga e também cantora, Marina and The Diamonds, que disse "envie pra ele por fax a merda de uma pizza [como resposta]".



A gente fica tentando entender qual é o problema dele, né? Hoje muito se discute sobre os padrões exigidos pela indústria e a forma com que eles afetam quanto aplicados ao público e o próprio Dr. Luke já teve um problema parecido com a Kesha, o que deveria ensiná-lo a falar menos merda. Além do mais, seria genial se alguém o avisasse que a forma física de uma artista, de fato, contribuiu para coreografias, por exemplo, mas é o de menos quando estamos discutindo sobre música de qualidade. E é uma pena saber que ele tem esse pensamento tão excludente quando temos em mente nomes como a Adele ou a Beth Ditto, que ainda fazem parte de uma minoria no mainstream, mas são gordinhas sim e não parecem ter problema algum com isso e o status de popstar. Ditto até é uma das artistas mais sensuais que conhecemos.

O novo álbum de Charli XCX, que nem é gorda, ainda que isso não seja um problema para nós, sucede o subestimado "True Romance", lançado em 2013, e é também seu primeiro lançamento desde o sucesso ao lado de Iggy Azalea em "Fancy", o que também rendeu números bem favoráveis para seu último single, "Boom Clap", inicialmente lançado para a trilha-sonora do filme "A Culpa É das Estrelas".



E Luke, na próxima já sabe, vamos atrás de você com todo o bonde.

sgo.gif (144×117)