Não existe dúvida: o mundo é comandado pelas mulheres! Elas estudam, trabalham, pagam suas contas e ainda arranjam tempo para dançar, ...

Não existe dúvida: o mundo é comandado pelas mulheres! Elas estudam, trabalham, pagam suas contas e ainda arranjam tempo para dançar, se divertir e aproveitar a vida com quem mais amam. Mas nem sempre foi assim. Algumas divas do universo pop, além de fazerem música boa e conquistarem uma legião de fãs, também foram responsáveis por fortalecer o poder das mulheres ao redor do mundo e marcar seu lugar na história. Nesse dia dedicado a elas, vamos conferir quem são as garotas que dominam o mundo?



ARETHA FRANKLIN
Lá nos anos 60, Aretha Franklin foi responsável pelo primeiro hino feminista do qual se tem registro, a inesquecível "Respect". Originalmente gravada pelo cantor Otis Redding, a cantora transformou parte da letra que, quando cantada por uma mulher, assumia um significado totalmente novo. A música virou símbolo da luta pelos direitos femininos nos EUA na época e Aretha se tornou ícone de uma geração de mulheres que queriam mais do que só cuidar da casa e dos filhos: queriam R-E-S-P-E-I-T-O!



MADONNA
Impossível falar da importância das mulheres no universo pop sem citar Madonna. A cantora, com suas roupas provocantes e sua atitude irreverente, provocou homens e mulheres ao redor do mundo todo ao expressar sua sexualidade sem nenhum pudor e causar muita polêmica! Até hoje, a artista é engajada em movimentos pela liberdade das mulheres e já arrumou confusão até com o presidente da Rússia por causa disso!



CYNDI LAUPER
Na mesma época que Madonna aparecia, outra cantora também ganhava espaço ao emplacar um hit que falava sobre garotas que só queriam se divertir. Cyndi Lauper queria poder se vestir como quiser, se divertir e correr livre pelo sol sem que nenhum garoto a impedisse, e serviu de inspiração para muitas outras meninas se sentirem bem com elas mesmas!


SPICE GIRLS
O grupo britânico dos nos anos 90, além de contar com 5 garotas bonitas e estilosas, foi responsável por criar o termo "girlpower". As Spice Girls esfregaram na cara de todo mundo que uma menina pode querer sim sair com um cara só por diversão e mostraram quem é que manda no pedaço! Falar abertamente de sexo, amor e qualquer coisa relacionada ao universo feminino em suas canções não era nenhum tabu para elas, que abriram espaço para tantos outros grupos nos anos que seguiram.



SHANIA TWAIN
"Cara, eu me sinto como uma mulher!" Foi essa a declaração definitiva que Shania Twain precisou para assumir o controle da música country nos EUA durante os anos 90 e 2000. O estilo, fortemente dominado por homens, teve que engolir uma mulher bonita, poderosa e que bombou mais que qualquer artista masculino na época com suas músicas de exaltação feminina!



P!NK
A atitude punk e agressiva de P!nk foi responsável por transformá-la numa das artistas de maior impacto e visibilidade da nossa geração. A cantora nunca fez o estilo gostosona ou garota certinha e talvez seja por isso que tenha conseguido se destacar tanto. P!nk sempre defendeu o poder feminino em suas canções e espalhou mensagens que incentivavam outras garotas a se sentirem bem para ser exatamente do jeito que elas querem.



CHRISTINA AGUILERA
Em 2002, ao lançar seu segundo álbum, Christina Aguilera chocou a todos com muita nudez e sexualidade à flor da pele. Muitos a julgaram e olharam feio, mas qual é o problema de uma mulher demonstrar que sente prazer e ser dona do seu próprio corpo? Da era "Stripped" pra cá, Aguilera continua defendendo a liberdade feminina e já marcou seu nome entre os principais ícones do girl power dessa geração.



BEYONCÉ
Tudo começou no Destiny's Child quando ela dizia que era uma mulher independente e que pagava as próprias contas. De lá pra cá, Beyoncé já afirmou que nenhum cara é insubstituível, já foi uma solteira orgulhosa e no seu álbum mais recente, conseguiu explorar todos os detalhes da sua postura feminista em cada uma das faixas. No quesito empoderamento das mulheres, Beyoncé é flawless!



NICKI MINAJ
Muitos podem discordar com a presença dela na lista, mas conquistar espaço no cenário do rap e do hip hop sendo mulher é uma tarefa para poucas e Nicki Minaj já garantiu seu lugar ao sol! Com estilo marcante e abusando de sua feminilidade, a cantora conquistou uma legião de fãs e atualmente, consegue faturar mais e lotar mais shows que alguns importantes rappers homens.



MILEY CYRUS
Miley é muito mais do que twerk e marijuana. Ao se vestir com o mínimo de roupas possíveis e abusar da sua sexualidade, a cantora prova que as garotas podem fazer o que bem entenderem do seu corpo porque tem toda a liberdade para isso! Miley não tenta ser feminista ou pregar nenhuma mensagem, mas suas ações já geraram muita repercussão e no ano passado, muitas das críticas à sua performance no VMA, só provaram como o mundo, infelizmente, ainda é muito machista.



E NO BRASIL?
Valesca Popozuda deseja a todas suas inimigas, vida longa! Quando se trata de liberdade sexual e libertação da mulher, a funkeira é só tiro, porrada e bomba! Falar abertamente de sexo e prazer pode ser tabu para muitas meninas, mas Valesca, com certeza, está ajudando a mudar essa história. Ao contrário do que muitos pensam, o funk tem sim seu lado bom!


O mundo precisa das mulheres e todas elas têm um recado a dar. Parabéns a todas essas cantoras que ajudaram a afirmar a posição das garotas na sociedade e parabéns a todas as meninas que lerem esse post e se sentirem inspiradas por essas divas. VIVA LONGA AO GIRL POWER!