Cody Simpson foi morto e substituído: ouça o novo (e ótimo!) single do australiano, "Surfboard"!

Definitivamente, o canadense Justin Bieber foi uma peça importante para a volta do pop teen nas rádios, abrindo espaço pra que nomes com...

Definitivamente, o canadense Justin Bieber foi uma peça importante para a volta do pop teen nas rádios, abrindo espaço pra que nomes como One Direction e Ariana Grande fizessem sucesso depois de sua estreia, mas assim como o cara auxiliou para a ascensão desse gênero, ele também foi uma pedra no sapato de todos os outros cantores adolescentes que tentaram um espaço nas rádios durante a sua febre, pelo simples fato de que as pessoas estavam dispostas a escutar outros artistas adolescentes, mas não outro Justin Bieber.

(Isso foi o que chamamos de guilty pleasure, certo?)

Nesta, tivemos Conor Maynard sendo injustiçado nos EUA e alguns outros nomes menos levados para o pop, como o menino descoberto após fazer um cover da Lady Gaga, Greyson Chance. Mas um que poucos se lembram é o australiano Cody Simpson. Com alguns refrões moderadamente bem-sucedidos aqui e ali, o menino tá aí há um boooom tempo e até o Austin Mahone, com uma proposta mais clichê, conseguiu cair no nosso gosto antes dele. A impressão que o trabalho de Cody passava era que a própria gravadora o prendia nesse modo stand-by, naquela espera eterna pelo momento em que alguém finalmente se daria ao trabalho de ligá-lo.

Mas...

EIS

QUE

ESSE

MOMENTO

CHEGOU.

Sucedendo o disco "Surfers Paradise", que é o segundo do menino e foi lançado em 2013, um novo álbum de inéditas deve ser lançado por Simpson ainda nesse ano e o primeiro single do material já foi não apenas definido, como também lançado. Provando ser mais um afetado pela era Beyoncé da música atual, o single em questão se chama "Surfboard" e sim, é uma das melhores, se não a melhor, coisas que já ouvimos da até então aposta pop australiana em seus pouco mais de quatro anos de carreira.

(Ok, os versos não são muito complexos, mas também é uma boa canção pop.)

Tá certo, pensando nele e tudo o que lançou no seu período stand-by, dá pra dizer que não seria tão difícil superar todos esses anos com uma só canção, mas realmente estamos falando de algo bom, ao ponto de nos convencer a relevar a irrelevância do menino, dando uma segunda chance para os discos que não tiveram nem ao menos uma primeira. 

Sem mais, podemos dizer que "Surfboard" é o que o One Direction lançaria caso tivesse em sua discografia o álbum solo do Joe Jonas, começando como um pop-rock ao que escutamos no "Midnight Memories", crescendo logo em seguida para um hino pop pegajoso veranesco com o dubstep sendo bem utilizado em pleno 2014, além de um flerte com algo mais urbano e assobios ao fundo — ah, também tem um pouco dessa coisa Justin Timberlake, o que, geralmente, é uma regra para cantores pop masculinos que não se chamem Justin Timberlake. Uma hora esse momento terá de chegar, então que seja agora. Se renda:


Estamos na torcida pra que o saldo do garoto permaneça positivo com a gente depois que "Surfboard" (ninguém se incomoda se a chamarmos de 'hino', não é mesmo?) ganhar seu videoclipe.