Pra seguir na reabilitação, Ke$ha adia shows de sua turnê americana

Quando deu entrada na reabilitação, no começo de janeiro, Ke$ha e sua família havia adiantado que o tratamento levaria cerca de 30 dias...

Quando deu entrada na reabilitação, no começo de janeiro, Ke$ha e sua família havia adiantado que o tratamento levaria cerca de 30 dias, tempo o suficiente pra que ela botasse em ordem seus pensamentos sobre si mesma e se curasse de distúrbios alimentares que, segundo sua mãe, ganharam vida após a cantora ser insultada por seu padrinho musical, Dr. Luke — que falou pouco sobre o assunto, mas por via de dúvidas, fez questão de negar tais declarações —, mas parece que os planos da cantora de "Dirty Love" é permanecer na clínica por mais um tempo.

Numa declaração a imprensa, Ke$ha afirmou pretender voltar mais forte que nunca em sua última turnê, então para seguir com o tratamento, desmarcou shows que teria até o começo de abril nos EUA.
"Eu estava muito ansiosa para performar nesses dias, mas preciso seguir os conselhos do meu doutor (não o Luke, rs) e colocar minha saúde de volta nos trilhos", explicou Ke$ha. "Todo seu apoio durante esse tempo tem sido incrível. Não teria feito isso sem vocês. Tô muito ansiosa pra voltar mais forte do que nunca em minha próxima turnê", completou.
Em recentes entrevistas, a mãe da cantora, Pebe Sebert, afirmou que Ke$ha está decidida a não trabalhar mais com o produtor do seus dois primeiros discos, Dr. Luke. Segundo ela, que também é compositora, a voz de "Timber" estaria cansada de se diminuir a essas propostas pop estúpidas do hitmaker americano e teria, em seu aglomerado de canções descartadas, coisas tão boas e profundas quanto as composições do Bob Dylan. 

Só a gente imagina um retorno e tanto da Ke$ha, primeiro com alguma baladinha de superação e depois com "Dancing With The Devil", de forma que se desculpe com sua mãe após não largar as produções do cara? Rs. Com ou sem Luke, continuamos bem ansiosos pela volta da cantora e, claro, sua melhora.