Dr. Luke responde acusações da mãe de Ke$ha: "são completamente falsas"

Demorou, mas o produtor Dr. Luke finalmente se pronunciou sobre ser o grande vilão nesta história da Ke$ha e sua internação numa clínic...

Demorou, mas o produtor Dr. Luke finalmente se pronunciou sobre ser o grande vilão nesta história da Ke$ha e sua internação numa clínica de reabilitação, para o tratamento de distúrbios alimentares. Desde que foi revelado o fato da cantora possuir um contrato para oito álbuns com o hitmaker e sua gravadora, a Kemosabe Records, os fãs de Ke$ha passaram a brigar por ela numa campanha intitulada "Free Ke$ha Luke", onde pedem por mais liberdade criativa a californiana, que seria limitada em estúdio por conta do Luke, e daí em diante, culparam o cara por boa parte das coisas ruins que aconteceram na carreira dela, incluindo os números ruins do disco "Warrior" e essa recente internação.

Numa entrevista a revista People, a mãe da cantora, Pebe Sebert, desmentiu que Ke$ha tenha se internado também para tratar um vício em bebidas alcoólicas, como especularam há alguns dias, e aproveitou pra confirmar o que já circulava entre os fãs, sobre Dr. Luke ser um dos principais culpados por esses distúrbios da intérprete de "Dirty Love" — clipe lançado sem o apoio da gravadora e produzido pela própria com sua família e amigos.


Segundo a mãe da cantora, o produtor sempre cobrou dela um melhor físico, exigindo que ela fizesse dietas ainda no começo do seu contrato, antes do sucesso com "Tik Tok", e Ke$ha se esforçou para isso, ao ponto de se tornar bulímica. Pebe Sebert ainda confirmou também uma declaração do perfil responsável pela campanha "Free Ke$ha Luke", afirmando que durante as gravações do clipe "Die Young", em 2012, Dr. Luke teria pedido para os responsáveis pela gravação pegassem a cantora por um ângulo em que ela não aparentasse ser "um refrigerador gordo".

Falando pela primeira vez sobre todo o ocorrido, Dr. Luke não se estendeu, mas garantiu: "essas declarações são completamente falsas". Sobre a entrevista de Pebe, o produtor disse lamentar que ela esteja aproveitando o momento para especular coisas do gênero:
“É lamentável que enquanto Ke$ha esteja sofrendo e tentando se tratar em uma clínica, sua mãe esteja fazendo este tipo de abordagem com a mídia. Dou a Ke$ha meu imenso apoio e torço pela sua melhora e retorno rápido”
E agora temos a palavra de um contra do outro, não é mesmo? De qualquer forma, é importante haver um retorno do outro lado da história, mesmo que ele não seja muito esclarecedor. 

Ke$ha se internou numa clínica de reabilitação no dia 3 de janeiro e, segundo uma declaração da própria, os planos incluem manter o tratamento pelos próximos 30 dias. Antes disso, a cantora trabalhava na produção do seu terceiro álbum, sucessor do "Warrior", e chegou a prometer que este seria seu disco mais honesto e destemido. Uma baladinha sobre superação como primeiro single não seria nada mal.