Lorde desmente revista sobre odiar Nicki Minaj e Drake: "não tenho nada além de amor e admiração por eles"

Nem precisa ter escutado "Royals" da Lorde ou seu disco de estreia, "Pure Heroine" ( nossa review ), pra saber sobre...

Nem precisa ter escutado "Royals" da Lorde ou seu disco de estreia, "Pure Heroine" (nossa review), pra saber sobre a existência da menina. A cantora neozelandesa de 17 anos, qual apresentamos aqui no blog ainda no anonimato, virou o mundo de cabeça pra baixo depois que, ao ser questionada sobre vários nomes do pop mainstream, soltou tudo o que pensava de verdade sobre eles. No seu lugar, muitos fariam a política da boa vizinhança, se esforçando ao máximo pra lembrar daquela música que não tem como não gostar, mas ela sempre mandou a real, na maioria das vezes mostrando seu descontentamento com as respectivas letras das músicas desses nomes.

Foi assim que surgiram várias especulações sobre ela não gostar da Selena Gomez, Taylor Swift, David Guetta, Paramore, Lana Del Rey e vários outros nomes como (insira aqui um artista colocado contra Lorde no artigo de um site sensacionalista qualquer). Da ultima vez, por exemplo, o que espalharam foi que ela acha os rappers Drake e Nicki Minaj irrelevantes, assim como a nova-iorquina Lana Del Rey, mas não foi bem isso o que rolou. Na realidade, numa entrevista a Interview Magazine, onde é questionada sobre sua vida antes da fama, ela conta que se pegou ouvindo alguns artistas como esses com seus amigos e então eles se questionaram "por que estamos ouvindo isso? É tão irrelevante", mas no contexto das letras de suas canções não coincidirem com o que vivenciavam. 

Muito mal interpretada, ela já é vista por aí como desesperada por atenção, como se já começasse as entrevistas citando sua lista negra de artistas norte-americanos, mas parece que tá disposta a corrigir essa história, a começar por esse momento em que desmente a revista Complex publicamente, dizendo admirar os trabalhos de Drake e Nicki Minaj e explicando justamente o que falamos acima, sobre a forma com que a "irrelevância" foi empregada na sua declaração:

"Boa tentativa, Complex, mas não tenho nada além de amor e admiração tanto pela Nicki quanto pelo Drake (já disse isso mil vezes)", afirmou Lorde. "Só porque suas músicas não são minha realidade (sendo uma menina de 17 anos de Auckland), não significa que eu não admire sua musicalidade e carreiras!"

Um tapa na cara desse jornalismo irresponsável que topou distorcer e espalhar todas essas declarações sobre ela, né? Mais feio ainda fica ver a resposta sendo direcionada para um veículo em especial, bate aquela vergonha alheia. De qualquer forma, é realmente muito bom vê-la desfazendo todo esse mal entendido, afinal, começaram uma onda de ódio terrível contra ela e nesse momento, a última coisa que pensam em analisar é seu talento como cantora e compositora, que ela tem de sobra.

A título de informação, em 2014 a cantora desembarca no Brasil pra se apresentar em São Paulo, na próxima edição do festival Lollapalooza, que acontece nos dias 5 e 6 de abril. Com seu disco de estreia, "Pure Heroine", Lorde atualmente trabalha com o single "Team", que em breve deve ganhar seu videoclipe. Por enquanto, continuamos encerrando nossas matérias sobre ela com o smash hit "Royals":