Hitômetro: Wanessa - “Turn It Up (feat. Soulja Boy)”

Wanessa tem tudo pra se consolidar como o melhor produto pop nacional, mas pra garantir o título, obviamente nem tão distante, visto que...


Wanessa tem tudo pra se consolidar como o melhor produto pop nacional, mas pra garantir o título, obviamente nem tão distante, visto que ela é uma das poucas na mídia a investir no gênero eletrônico, ela ainda precisa provar que funciona quando tenta um pouco mais. Mas com “um pouco mais” nos referimos a sair da perfeita zona de conforto que encontrou ao lado do Mister Jam, talvez o produtor nacional mais genérico, datado e limitado dos últimos anos.

A relação entre os dois nos lembra da Britney Spears com o Dr. Luke e está aí a grande preocupação, afinal, uma hora o repertório já limitado do “hitmaker” nacional vai fechar ainda mais o cerco e pra onde ela vai correr? Pras mãos do não menos pior Rick Bonadio? Rs.

Quando anunciou seu novo single, “Turn It Up”, a brasileira quis fazer disso um acontecimento. Com produção do inseparável Mister Jam, a canção contava com a participação de um grande rapper internacional e, bah!, oficializam o anúncio todo e nos aparecem com uma colaboração do Soulja Boy (sucedendo "Fly" com Ja Rule e "Sticky Dough" com a Bam Bam no histórico de grandes parcerias com gringos da cantora, rs). Vamos dar um desconto, esse sim já teve vários sucessos ao redor do mundo e chega a ser difícil ler seu nome e não começar a tocar “Kiss Me Thru The Phone” em nossa cabeça, mas né, primeiro ficamos felizes em saber que ele está vivo, pra depois pensar no que ele poderia fazer ao lado da Wanessa.

Eis que a música foi lançada e infelizmente é o que esperávamos. Reforçando a forma limitada com que a dupla tem trabalhado, a canção faz a linha farofenta sobre festas e se fosse um pouquinho mais genérica, viria com bula do SUS. Numa tentativa de repetir o flerte com a música brasileira, assim como fez com o funk em “Sticky Dough”, Mister Jam acrescenta aqui um pouco de berimbau (?) e deixa a canção ainda mais perdida nesta ideia de soar original em meio a tanta mesmice. O rapper gringo, por sua vez, cumpre a cota de rimas que poderia ser entregue a qualquer outro nome do hip-hop-pras-rádios, como (insira aqui algum nome irrelevante que rende bons hits, tipo 2 Chainz, Juicy J ou Pitbull), mas só termina de piorar o que já era ruim.

Que a verdade seja dita, é claro que tudo isso não faz de “Turn It Up” algo não escutável. Imaginamos, inclusive, o tanto de gente que não iria à loucura caso arriscassem tocar isso em alguma balada. Mas não acreditamos que Wanessa queira ficar marcada como essas cantoras de compilações de música eletrônica e se garantir apenas nas pistas não é, de forma alguma, sinal de qualidade. Na dúvida, “Good Time” da Paris Hilton, lançada há algumas semanas, existe pra não nos deixar mentir.



Em suma, não duvidamos do talento da Wanessa, seja como cantora ou compositora, e adoramos o disco “DNA”, mas toda sua empreitada pelo mercado pop vai continuar soando bem errada enquanto ela não deixar de fazer releituras pra todas essas mesmices que já ouvimos com outras cantoras em outras canções. Nossa curiosidade agora se resume em duas questões: quantos elogios sua gravadora vai comprar do Marcos Mion durante um futuro próximo com outra participação da Wanessa no programa “Legendários”? E a outra, qual será o próximo rapper a ser desenterrado pela brasileira? Aparentemente, negociações com o holograma do 2Pac já estariam em suas fases finais.

Hitômetro: Wanessa - “Turn It Up (feat. Soulja Boy)” Hitômetro: Wanessa - “Turn It Up (feat. Soulja Boy)” Reviewed by Guilherme Tintel on 11/26/2013 09:38:00 AM Rating: 5