Mais um barraco épico na indústria musical: Miley Cyrus vs. Sinéad O'Connor!

She can't stop and she won't stop! E não estou falando da Miley, mas sim da Sinéad O'Connor. Depois de toda a repercussão da...

She can't stop and she won't stop! E não estou falando da Miley, mas sim da Sinéad O'Connor. Depois de toda a repercussão da carta enviada para a eterna (E-TER-NA) Hannah Montana, Miley correu revoltosa para seu twitter a fim de responder O'Connor a altura, mas com aquele ar adolescente rebelde que não liga para o mundo. Cyrus escolheu responder tweetando o gif que postamos numa publicação de ontem sobre esse barracão, da Sinéad O'Connor rasgando uma foto do Papa no SNL em 1992.


Mas acham que ela parou aí? Claro que não. A dona do hit "Wrecking Ball" tirou um print de uma série de tweets da Sinéad O'Connor, nos quais ela pede ajuda psicológica, uma visita de um psiquiatra ou o número de um, alegando que na Irlanda é muito difícil achar esses profissionais assim, de uma hora pra outra. Cyrus postou o print escrevendo "Antes de Amanda Bynes... Existia...".

Depois desses tweets, Sinéd escreveu outra carta pra ex-estrela da Disney ameaçando um processo. Daí, que como toda adolescente que se preze, Miley se dirigiu, mais uma vez, ao Twitter para se gabar que está muito ocupada com sua aparição no Saturday Night Live para ligar com tudo isso. O'Connor fez o quê? Escreveu uma terceira carta!  Lá vão alguns trechos:

Você teve bastante tempo ontem para abusar da Amanda Bynes [...] e de mim, que também não fiz nada para merecer isso, assim como todos os outros que sofrem com problemas de saúde mental e todas as outras pessoas que sofreram abuso pelas mãos de padres. Você pode tirar 5 minutos hoje entre ser fo**da por um fio dental para se desculpar publicamente e remover seus tweets abusivos. Se você não fizer isso, então você está pouco se fo***do para quem você tira sarro e para os danos que pode causar sendo tão ignorante. [...] Se você não se desculpar não terei escolha, a não ser entrar com procedimentos legais contra você, já que é difícil conseguir trabalho quando pensam que você tem problemas de saúde mentais [...] Quando você acabar na ala psiquiátrica ou reabilitação eu ficarei feliz em te visitar e não me rebaixar ao ponto de tirar sarro de você [...] Como você acha que fez ela [Amanda Bynes] se sentir ontem? Como você se sente quando sua amiga Britney Spears é ridicularizada e humilhada por ter tido problemas de saúde mental?

EITA! Vamos esclarecer: os tweets de Sinéad são de dois anos atrás, mas da forma que a Miley colocou, parecem ser recentes e, segundo a irlandesa, ela teve a clara intenção de prejudicá-la em sua vida pessoal e profissional e sim, ela sofreu abuso sexual pelas mãos de um padre. Convenhamos, por mais que gostemos dessa nova Miley - no que se refere a seu trabalho musical e não essa imagem de celebridade descontrolada - tirar sarro de pessoas que sofreram qualquer tipo de abuso é tudo, menos engraçado, a menos que você não tenha conhecimento nenhum sobre o assunto.

Miley vai se desculpar? Com certeza não, dificilmente pedimos desculpas quando temos cerca de 15 anos, falo por experiência própria. O máximo que acontecerá é vermos outro tweet da "amiga" da Britney Spears. Apesar desses pesares, continuaremos tentando nos focar no conteúdo musical que Miley tem a oferecer, mas ficaria muito mais fácil se ela fizesse o mesmo.