Elliphant lança clipe para "Could It Be" e o álbum de estreia "A Good Idea", com produções de Diplo e Dr. Luke!

Elliphant não avisou a ninguém, fez sem prometer, literalmente, e de forma totalmente inesperada (ao menos para grande parte do mundo) ...

Elliphant não avisou a ninguém, fez sem prometer, literalmente, e de forma totalmente inesperada (ao menos para grande parte do mundo) lançou seu disco de estreia, "A Good Idea". Capa, tracklist, colaborações, simplesmente não vimos N-A-D-A sobre pela interwebz, tudo surgiu nesta quarta-feira (09) de forma mais instantânea que o sucesso da Lorde nos EUA e pra nossa surpresa ser dobrada, ainda fomos surpreendidos por nomes como Diplo e Dr. Luke marcarem presença no disco. Tá bom pra vocês?

Inicialmente lançado apenas na Suécia, terra natal da Ellinor Olovsdotter, "A Good Idea" é composto por 15 faixas, incluindo os singles "Music Is Life", "Live Till I Die" e "Down On Life". No dia do seu surpreendente lançamento, o material ganhou também uma nova música de trabalho pra chamar de sua, "Could It Be", com videoclipe e tudo, mas falamos disso mais a frente. Além do hitmaker norte-americano e o mestre do twerk, ambos responsáveis pelos novos álbuns de Britney Spears, Katy Perry e Miley Cyrus, o "A Good Idea" ainda traz nomes mais hipsters, tipo Niki & The Dove, Erik Hassle and Ras Fraser Jr. 

Confiram abaixo a capa e tracklist:


TRACKLIST:
1. Music Is Life (feat. Ras Fraser Jr.)
2. Live Till I Die 
3. Could It Be
4. Where Is My Mama At 
5. Shoot Me Down 
6. Toilet Line Romance 
7. Down On Life 
8. Run Far 
9. More Fire (feat. Niki & The Dove & Ras Fraser Jr.) 
10. Boom Your Head 
11. Paint the World 
12. Want It 
13. Pac Man (feat. Erik Hassle) 
14. Pom Pom
15. Bitch Out

Será que lançá-lo desta forma foi mesmo "A Good Idea"? rs

Como dissemos acima, um novo single extraído do tal álbum também ganhou o mundo. "Could It Be" é um dos primeiros lançamentos da Elliphant que mantém uma linearidade com algo apresentado anteriormente (alô, "Down On Life"!) e convence, apresentando uma faceta ainda mais homogênea e porque não comercial da sueca. Seu videoclipe, por sua vez, repete a fórmula da simplicidade, deixando a canção como atração principal enquanto assistimos a cantora simplesmente cantando-a em meio a um cenário bagunçado (só não mais bagunçado que esse marketing maluco, kd gravadora e empresários agindo? hahaha). Confiram o clipe abaixo:



E por hoje é só. Vida longa à Elliphant!