Ouçam "Hoje Cedo", excelente (e cheia de críticas sociais) parceria do Emicida com a Pitty!

Sabe quando somos pegos de surpresa por uma parceria um tanto quanto inusitada e logo na primeira audição já ficamos encantados? Então,...

Sabe quando somos pegos de surpresa por uma parceria um tanto quanto inusitada e logo na primeira audição já ficamos encantados? Então, isso aconteceu em "Hoje Cedo", ótima parceria entre o rapper Emicida e a rockeira Pitty lançada hoje, que pertence ao novo álbum do rapper, que ainda não tem nome, nem data oficial, mas que chegará às lojas em agosto. E vale lembrar, que essa nem é a primeira parceria inusitada dele, que já havia contribuído em 2010 na faixa "Só Rezo" do NX Zero.

De forma intensa e muito bonita liricamente, os dois fazem uma crítica social muito bem colocada. Começando com uma quase lamentação de Pitty, sua doce voz ao piano e de forma melodicamente calma, até a faixa entrar num clima pesado, mas que a deixa linda, indo para a parte onde Emicida é rei aqui no Brasil: trazer para suas rimas e seu tom de voz bem forte e enérgico, seus versos sempre polêmicos (mas muito bem colocados) sobre as injustiças, problemas sociais, a falsidade do show business, políticos, religião e demais mazelas sociais, isso sem ser politicamente correto. A faixa ainda conta com várias referências, como à saudosa Amy Winehouse.


A cantora se mostrou muito animada nas suas redes sociais a respeito da canção e explicou pelo Twitter, os motivos que fizeram com que ela topasse emprestar seus vocais à faixa:
Nós te entendemos perfeitamente, Pitty.
"Showbiz, como a regra diz, leke: a sociedade vende Jesus, por que não ia vender Rap? O mundo vai se ocupar com seu cifrão, dizendo que a miséria é quem carecia de atenção... Hoje cedo, quando eu acordei... (eu olhei) não te vi. Eu pensei em tanta coisa, ah... tive medo, ah, como eu chorei. Eu sofri em segredo. Tudo isso, hoje cedo." 
Que parceria maravilhosa, meldels! Pfvr, queremos isso fazendo muito sucesso e pra ontem!