Kelly Rowland mergulha em dolorosas memórias no vídeo de "Dirty Laundry"!

Não sei a mãe de vocês, mas a minha sempre me mandava ir tomar banho quando eu tava com dor. Parece que a mãe da Kelly Rowland também! O...

Não sei a mãe de vocês, mas a minha sempre me mandava ir tomar banho quando eu tava com dor. Parece que a mãe da Kelly Rowland também! O clipe não é um destruidor de carreiras, pode ser um tanto monótono, mas funciona muito bem considerando a proposta da música.

São 4 minutos e 5 segundos num clima tão minimalista quanto intimista, onde temos uma Rowland molhada ou úmida na maior parte do tempo e a movimentação da dona desse corajoso desabafo é tão sincera quanto a letra: K-Row se encara no espelho, reflete enquanto se acaricia, se enfrentando e se conhecendo em meio a memórias e lágrimas. O conjunto de frames que mais nos chamou atenção foi o que aborda especificamente a relação abusiva, quando Kelly leva um ~tiro~ de vinho e podemos sentir sua dor, de forma tão sutil e profunda. A produção podia ser melhor, sem a menor dúvida, mas as propostas estão bem explicitas e acessíveis.

Assistam ao vídeo de "Dirty Laundry" e, caso ainda não tenham ouvido o Talk a Good Game, o façam lendo nossa revisão para o álbum: