"We Can't Stop", single de retorno da Miley Cyrus, já está entre nós! Mas ele é "essa Coca-Cola toda"?

Cabô o mistério, suspense e promessas sobre esse ser o álbum da década (não, brincadeira, ela não ousou assim), a atriz e cantora Miley C...

Cabô o mistério, suspense e promessas sobre esse ser o álbum da década (não, brincadeira, ela não ousou assim), a atriz e cantora Miley Cyrus revelou o primeiro single de seu novo álbum de inéditas, sucessor do polêmico (a medida do possível) "Can't Be Tamed" e seu primeiro lançamento fora da Hollywood Records (escutamos um amém coletivo?).

Trabalhando duro para que seu retorno não passe em branco, Cyrus começou sua nova fase moldando uma nova imagem para a mídia, com uma radical mudança de visual e parcerias com nomes como will.i.am e Snoop Lion, feito isso, ela revelou então que sua nova música de trabalho se chamava "We Can't Stop" e contava com a produção do Mike Will Made It, que já trabalhou com nomes como Rihanna e Ciara, mas como pouco jabá é coisa de Aguilera, a gata ainda foi lá e "anunciou o anúncio" do single, que ocorreu no Billboard Music Awards dias antes de sua capa ser revelada... na Times Square!

De fato, tudo muito grande, feito pra chamar a atenção e banhado na auto-confiança, afinal, se ela não acreditar que a música é boa, quem vai? Mas eis que chegou a hora do julgamento na manhã desta segunda-feira (03), quando o single "We Can't Stop" foi revelado no programa do Ryan Seacrest. Logo nos primeiros segundos, já temos algumas constatações como a canção não ser uma farofa, nem algo necessariamente dançante, como sugeria sua capa, então chegamos perto do refrão e imaginamos "quando foi que Rihanna recusou essa demo?". Passado o primeiro refrão, já ficamos com alguns versos presos em nossa memória e então notamos que todo esse jabá da Castor teve um bom motivo para existir, mas ainda ficamos na dúvida se realmente é tão bom o quanto esperávamos. Pensando bem, antes de concluirmos um pensamento sobre, vamos escutar a música mais uma vez:


E de novo:


Tá, só mais uma vez:


Está certo, isso funciona perfeitamente bem para nós. Avisem a Miley que não sabemos quem começou isso de tirá-la da Hollywood Records e mudar seu visual, sonoridade e círculo de amigos, mas ficamos bem satisfeitos com o resultado. Ouçam "We Can't Stop" de novo:


O novo álbum da ~eterna Hannah Montana~ deve ser lançado ainda esse ano e conta com produções do Pharrell Williams, Diplo, will.i.am, Dr. Luke e vários outros nomes, além de colaborações de grandões como Sia e No Doubt. Alguém dúvida que ele será tão bom quanto esse lead-single?