Parem o que estiverem fazendo e ouçam o EP "The Love Club", da cantora Lorde!

Quando falamos da cantora Nikki Williams aqui no blog , comentamos sobre muitos estarem a procura de novas Lana Del Reys ou Gotyes, digo...

Quando falamos da cantora Nikki Williams aqui no blog, comentamos sobre muitos estarem a procura de novas Lana Del Reys ou Gotyes, digo, no sentido de nomes desconhecidos que ganham um buzz repentino e simplesmente se tornam um dos maiores lançamentos do ano e parece que finalmente encontramos um nome que possa se encaixar perfeitamente neste caso e merece a atenção de vocês.

Diretamente da Nova Zelândia, a cantora Lorde é mais uma dessas que "nasceram na internet" e promete ainda ser assunto neste ano. Com apenas 16 anos de idade, a cantora divulgou no fim de novembro o seu EP de estreia, intitulado "The Love Club", e acreditem: essa é a melhor coisa que escutamos neste ano até agora — ok, também dissemos isso quando escutamos
"Masters of the Sun" do Kids of The Apocalypse e "Suit & Tie" do Justin Timberlake, mas já esclarecemos que a mocinha aqui supera esses lançamentos com muita facilidade.

Pensando em nomes que possam se assemelhar a sonoridade de Lorde, diríamos que ela vai de M.I.A. à Florence + the Machine, numa escala que também incluiria Sia, Marina & The Diamonds, Santigold e até Grimes. Com isso, já dá pra notar que a moça é toda alternê, mas fica a dica para os hipsters da depressão: a cantora é a mais nova contratada da Universal Music e não acreditamos que eles vão esperar muito pra lançá-la mundialmente, ou seja, não falta muito tempo pra que ela ultrapassa a fronteira entre o indie e o mainstream — se é que ela ainda existe.

Por mais que atenda como Lorde, o nome verdadeiro da jovem cantora é
Ella Yelich-O’Connor e seu EP de estreia (qual vamos repetir: é a melhor coisa que escutamos esse ano), conta com a produção do Joel Little (certo, também não é conhecido, mas achamos legal dizer que ele canta numa banda chamada Goodnight Nurse).



Para nossa felicidade, o EP "The Love Club" está disponível não só para audição, como também para download e vocês podem conferí-lo abaixo:


Então, valeu a pena escutar? Se a sua resposta for sim, corra pra curtí-la no Facebook e siga seu perfil no Twitter. Mas caso não tenha achado essa Pepsi Cola toda, também queremos saber sua opinião pelos comentários — sempre acompanhado da educação e bom-senso, pfvr!