Depois de Ke$ha, "Pumped Up Kicks" da Foster The People é retirada de rádios americanas!

Não tem jeito, parece que as rádios americanas realmente estão levando a sério a ideia de que retirar músicas de suas programações será ma...
Não tem jeito, parece que as rádios americanas realmente estão levando a sério a ideia de que retirar músicas de suas programações será mais útil que trabalhar em campanhas para o desarmamento no país do Obama e, após banirem o single "Die Young" da Ke$ha, chegou a vez de perseguirem a banda Foster The People e a faixa "Pumped Up Kicks", um dos maiores hits do trio.

No refrão de "Pumped Up Kicks", Mark Foster e sua banda cantam: "todas as outras crianças, com seus sapatos caros, é melhor correrem mais rápido que minha arma" e, neste caso a música realmente fala sobre um tiroteio onde o alvo são as crianças, mas como explicou a própria banda, de um ponto de vista diferente do que os ~conservadores de plantão~ interpretaram.
"Entre 2001 e os dias atuais, 270 mil pessoas foram assassinadas com armas nos EUA. É hora de reformar as leis. [...] Dias depois e eu continuo sentado no meu quarto, com os olhos cheios de lágrimas, tentando pensar numa forma de avançar. Esse país é tão polarizado. Não aparenta ser razoável abandonarmos essa mentalidade selvagem ocidental de sermos cowboys empunhando armas? Muita coisa poderia ser evitada com o bom-senso, por exemplo: se seu filho tem problemas mentais, por que você o levaria pra treinar tiro ao alvo? Nossa cultura se tornou tão alto-suficiente que raramente abandonamos nossos hábitos para ajudar alguém. Temos entrado neste jogo infantil de fechar os olhos e acreditar que o resto do mundo ao nosso redor desapareceu. É necessário que algo mude de verdade, se vamos evoluir para uma sociedade melhor. Isso começa com uma voz potente do senso comum."
Em vez de incentivar pessoas a pegarem armas e saírem atirando em crianças/inocentes, a letra de "Pumped Up Kicks" faz justamente uma alerta para casos assim, porém, assim como no caso da Ke$ha, é mais fácil oprimir alguns só pra fingir estarem fazendo algo. E, assim como dissemos no post anterior sobre esse mesmo assunto, enquanto estiverem pessoas aceitando isso, outras e outras músicas serão retiradas das rádios com a mesma desculpa. O que é, na menor das hipóteses, lamentável.
+ nosso amigo do blog Disco Punisher produziu um artigo muito legal tratando sobre o mesmo assunto e lembrando, inclusive, que Madonna e Marylin Manson são alguns dos nomes que sofreram coisas semelhantes com as rádios americanas. Confiram aqui!