REVIEWS: Os novos álbuns de Cher Lloyd, Rihanna, The Wanted e The Saturdays

Nas últimas semanas, o que não faltou na internet foram os "vazamentos" de álbuns e como eu não daria conta de fazer uma review in...
Nas últimas semanas, o que não faltou na internet foram os "vazamentos" de álbuns e como eu não daria conta de fazer uma review individual para cada um - por falta de tempo, devo destacar - resolvi unir todos em uma rapidinha, ao estilo de nossas críticas aos singles, sabe? Enfim, vamos se enrolação pois como eu disse, é uma rapidinha. (Rapidinha > Bieber > Mariah Yeater > deixa eu começa o post.)
Artista: Cher Lloyd
Álbum: "Sticks + Stones" 
nota: 9/10
Pra começar, escolhi a britânica Cher Lloyd com sua estreia em "Sticks + Stones". O álbum é cheio daquelas faixas que você sabe que se escutar, não vai esquecer e apresenta um pop bem diferente do que outras britânicas como Jessie J e Nicola Roberts nos apresentaram esse ano. Os destaques ficam para "With Ur Love", com o norte-americano Mike Posner, "Superhero" e "Dub On The Track", que conta com a participação de vários rappers. 
Mais um comentário sobre "Sticks + Stones": não acredito que seja esse o trabalho mais sincero de Cher, levando em conta toda a pressão da gravadora e dos fãs, que já morriam de ansiedade pelo álbum, acredito que ela possa mostrar algo bem diferente em um segundo álbum. Quem sabe?
Artista: Rihanna
Álbum: "Talk That Talk"
nota: 8,5/10
Para fechar o ano em grande estilo, Rihanna volta às prateleiras com "Talk That Talk", seu sexto álbum de estúdio em seis anos. Tá, para os fãs isso realmente é um ótimo presente de Natal, mas eu insisto em dizer que artistas que se dão bem com as rádios, como Lady Gaga, Britney, Bruno Mars, Katy Perry, BEP e Rihanna, devem dar uma pausa entre um projeto e outro, assim, podemos respirar e quem sabe, sentir um pouco de saudades. Enfim, para mim, "Talk That Talk" é um álbum muito bom e profissional nas paradas, RiRi não economizou rimas fáceis para seus refrões, os destaques ficam por conta de "Where Have You Been" - que é uma "We Found Love" melhorada -, "Cockiness" (que tinha tudo para ser de Cher Lloyd, HAHA) e "You Da One", que é o segundo single do álbum.
Outro comentário sobre "Talk That Talk", não sei se foi o breve intervalo entre os lançamentos, mas suas inegáveis semelhanças com "Rated R" e "Loud" me levam a pensar que este é um álbum feito de descartadas.
Pra fechar, ficamos com dois grupos britânicos: os rapazes do The Wanted e nossas sabadetes, The Saturdays. Vamos às fichas técnicas:

Artista: The Wanted
Álbum: "Battleground"
nota: 8/10
Artista: The Saturdays
Álbum: "On Your Radar"
nota: 8/10
Trabalhando pesado na divulgação em uma corrida contra o tempo, os rapazes do The Wanted e as moças do The Saturdays são profissionais em batidas dançantes, baladinhas e refrões inesquecíveis (fator que integra todos os álbuns deste post). Enquanto os caras do The Wanted garantem seu público nos EUA, as The Saturdays focam no Reino Unido, aproveitando a atual desunião das Girls Aloud e seus mais recentes álbuns ajudarão e muito nisso. Para eles, os destaques são "Lightning", "The Weekend", "Glad You Came" e "Invincible", já para elas, fico com "Notorious", "Faster" e "Get Ready, Get Set".
Bom, acho que por hoje é só, né? Não deixem de dar uma procurada para escutar os álbuns, pois é uma ótima pedida para quem curte pop do bom, do grudento e também do britânico. Até a próxima!