#EURI: "Meu corpo pode não ser incrível, mas a minha voz é" diz kesha

Tá, as músicas da Kesha são super dançantes, e na maioria daz vezes, são hits na certa, mas todos sabemos que sem a "ajudinha" do...

Tá, as músicas da Kesha são super dançantes, e na maioria daz vezes, são hits na certa, mas todos sabemos que sem a "ajudinha" do autotune, Kesha não estaria onde está hoje. Todos que já ouviram ao menos uma vez Kesha cantando ao vivo, sabe que ela não canta bem, suas músicas em estúdio por sua vez são beeeem diferentes, e lógicamente melhores, mas parece que Kesha não pensa assim. Dá uma olhada no que ela falou em entrevista pra revista Seventeen:
"Eu acabei lendo uma crítica que era super positiva, mas que dizia que a minha voz não era boa. Isso é ridículo, caramba, porque a minha voz é a melhor coisa que tenho. Eu posso não ter o melhor corpo do mundo, mas eu tenho certeza de que a minha voz é muito boa. Isso é um fato", afirmou ela, que acha que as camadas eletrônicas de suas músicas acabam fazendo com que os críticos não prestem a devido atenção em sua voz.
"OK, os elementos eletrônicos dificultam, mas eu sei que eu canto bem. Foi por isso que comecei a fazer música quando tinha 12 anos. Espero que as pessoas reconsiderem essa concepção e ouçam de novo as minhas músicas", continuou Kesha, que pretende aproveitar o relançamento de seu primeiro álbum de estúdio para chamar atenção para sua voz.
"Espero que nesse relançamento as pessoas consigam ouvir a minha voz de verdade. As músicas desse novo álbum serão mais loucas, mais intensas e mais tenebrosas, e terei várias oportunidades de mostrar melhor a minha sonoridade", completou a cantora.

 Tá, sonha Kesha ! Se você ainda não ouviu Kesha ao vivo, assista a sua apresentação no EMA 2010.