Essas são nossas apostas de cinema para o Globo de Ouro - e esse é o ano de "Lady Bird"

O Globo de Ouro abre a temporada de prêmios televisionados e 2018 deve ser o ano de "Lady Bird" e "A Forma da Água"

A temporada de premiações do Cinema começa em novembro, mas é o Globo de Ouro que abre os prêmios televisionados, promovido pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (Hollywood Foreign Press Association). Em sua 75ª edição, exibida hoje à noite (7), temos "A Forma da Água" liderando as indicações da Sétima Arte, com sete, seguido por "The Post: A Guerra Secreta" e "Três Anúncios Para um Crime" coladinhos com seis indicações.

Ao contrário dos últimos anos, estamos vivendo uma temporada bastante imprevisível, sem aquele filme que sabemos que vai levar tudo - como no ano passado, quando "La La Land" levou todas as sete indicações e se tornou o longa mais premiado da história do Globo de Ouro.

Com todo mundo tendo grandes chances, nossas apostas podem tanto acertar na mosca como errar feio, mas vamos usar os parâmetros da própria premiação e os rumos da temporada até agora para darmos nosso chutes para as principais categorias. Vamos lá.

Melhor Filme: Drama

- The Post
- A Forma da Água
- Três Anúncios Para um Crime

A maior categoria da noite, vencida ano passado por "Moonlight", é também a mais imprevisível. "The Post", "A Forma da Água" e "Três Anúncios" são os mais cotados para levar o prêmio, porém apostamos em "Água", tanto por ser o mais indicado da noite como pelo histórico do Globo, que, ao contrário do Oscar, é mais receptivo com filmes de fantasia - apenas um do gênero venceu o careca dourado de "Melhor Filme" em toda a história, "O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei".

Melhor Filme: Comédia

- Artista do Desastre
- O Rei do Show

A briga aqui é entre "Corra!" e "Lady Bird". "Corra!" é - incrivelmente - o filme mais premiado da temporada e grande favorito ao Oscar de "Melhor Filme", que, assim como a fantasia, só viu o terror vencer o prêmio máximo uma vez - com "O Silêncio dos Inocentes". Porém há um grande peso: "Corra!" não foi indicado nem a "Diretor" nem a "Roteiro", e seu protagonista provavelmente não levará "Ator: Comédia", o que diminuem suas chances de vitória aqui, dando espaço para "Lady Bird" - um caso que provavelmente repetirá os feitos de "Boyhood": grande vencedor do Globo de Ouro e quase totalmente ignorado no Oscar.

Melhor Ator: Drama

- Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome)
- Daniel Day-Lewis (Trama Fantasma)
- Tom Hanks (The Post)
- Gary Oldman (O Destino da Nação)
- Denzel Washington (Roman J. Israel, Esq.)

A disputa que vai se repetir no Oscar - Chalamet X Oldman - pelo menos no Globo de Ouro deve atender ao largo favoritismo de Oldman, que vem fazendo a limpa e vencendo quase tudo. O dilema aqui é: premiar um ator estreante, com uma grande carreira pela frente e com o filme indicado ao prêmio máximo; ou dar o prêmio a um renomado e consagrado ator numa das melhores performances de sua carreira? Os votantes devem apostar no mais seguro.

Melhor Atriz: Drama

- Jessica Chastain (A Grande Jogada)
- Sally Hawkins (A Forma da Água)
- Frances McDormand (Três Anúncios Para um Crime)
- Meryl Streep (The Post)
- Michelle Williams (Todo o Dinheiro do Mundo)

O drama é o gênero com mais força no Oscar esse ano, com todas as cinco sendo grande nomes para concorrer à categoria de Atriz. Outra disputa acirrada, apostamos em Hawkins por ser queridinha do Globo - já venceu um por "Simplesmente Feliz" - e por ser a maior vitoriosa até agora da temporada, com 13 prêmios. McDormand segue na cola com 11 e Streep também pode levar por, bem, ser Streep - que já tem oito Globos em casa.

Melhor Ator: Comédia

- Steve Carell (A Guerra dos Sexos)
- James Franco (Artista do Desastre)
- Hugh Jackman (O Rei do Show)
- Daniel Kaluuya (Corra!)

Um dos prêmios mais fáceis da noite, ninguém deve ser páreo para James Franco. Vivendo o real Tommy Wiseau - ator e diretor do clássico cult "The Room" -, o papel é perfeito para Franco tocar o terror e cair no pastelão sem medo de ser feliz. Cotadíssimo para o Oscar, o único capaz de tirar o prêmio de suas mãos é Kaluuya, que brilhou em "Corra!" - mas a temporada indica que Franco já pode preparar o discurso.

Melhor Atriz: Comédia

- Judi Dench (Victoria & Abdul)
- Helen Mirren (The Leisure Seeker)
- Margot Robbie (Eu, Tonya)
- Saoirse Ronan (Lady Bird)
- Emma Stone (A Guerra dos Sexos)

Se "Ator: Comédia" está fácil, "Atriz: Comédia" está facílimo. Mesmo não sendo a categoria mais óbvia da noite, Ronan e sua Lady Bird está quase sem concorrência - apenas Robbie, que provou ser uma grande atriz em "Eu, Tonya", chega perto de roubar esse prêmio. Mas Ronan pode ir tranquila, já tendo vencido seis prêmios pelo papel até agora, o dobro de Robbie.

Melhor Ator Coadjuvante

- Willem Dafoe (Projeto Flórida)
- Armie Hammer (Me Chame Pelo Seu Nome)
- Richard Jenkins (A Forma da Água)
- Christopher Plummer (Todo o Dinheiro do Mundo)
- Sam Rockwell (Três Anúncios Para um Crime)

Dafoe parece não precisar se preocupar: se somarmos todos os prêmios vencidos dos outros quatro indicados na temporada, não chegará perto do número vencido por ele. Mas uma reviravolta aqui pode acontecer como no ano passado, quando Mahershala Ali, que ganhou o Oscar por "Moonlight", perdeu a categoria para Aaron Taylor-Johnson (por "Animais Noturnos"). Rockwell pode colocar esse prêmio debaixo do braço, mas ainda apostamos em Dafoe.

Melhor Atriz Coadjuvante

- Mary J. Blige (Lágrimas Sobre o Mississipi)
- Hong Chau (Pequena Grande Vida)
- Allison Janney (Eu, Tonya)
- Laurie Metcalf (Lady Bird)
- Octavia Spencer (A Forma da Água)

Eis a categoria mais óbvia da noite. Apesar de torcermos para Janney, que oblitera em "Eu, Tonya", Metcalf é a atriz mais premiada da temporada - 23 prêmios até agora, mais que qualquer um. Mesmo não sendo nossa favorita, é inegável que a atriz rouba a cena em "Lady Bird", e será um prêmio muito merecido. O Oscar já está em mãos.

Melhor Diretor

- Guillermo del Toro (A Forma da Água)
- Martin McDonagh (Três Anúncios Para um Crime)
- Christopher Nolan (Dunkirk)
- Ridley Scott (Todo o Dinheiro do Mundo)
- Steven Spielberg (The Post)

O Globo cometeu o crime de não indicar a direção de Greta Gerwig em "Lady Bird", apostando em nomes mais seguros como o de Scott e Spielberg. Na categoria onde realmente todo mundo pode levar, apostamos em Del Toro pelo mesmo motivo de Hawkins: diretor mais premiado da temporada com o filme mais indicado da noite. Mas se até Nolan conseguir vamos ter que fingir surpresa. A revolta, entretanto, não será fingida.

Melhor Roteiro

- Guillermo del Toro & Vanessa Taylor (A Forma da Água)
- Greta Gerwig (Lady Bird)
- Liz Hannah & Josh Singer (The Post)
- Martin McDonagh (Três Anúncios Para um Crime)
- Aaron Sorkin (A Grande Jogada)

O maior crime da noite foi cometido aqui: não indicarem o roteiro de "Corra!", que é o maior vencedor da temporada - com nada menos que VINTE prêmios - e futuro vencedor do Oscar de "Roteiro Original" pelo andar da carruagem. O Globo não separa os textos originais e adaptados, e como Greta foi esnobada em "Melhor Diretor", é aqui que darão seu prêmio.

Melhor Filme Estrangeiro

- Uma Mulher Fantástica (Chile)
- Primeiro Mataram Meu Pai (Cambodia)
- Em Pedaços (Alemanha)
- Desamor (Rússia)
- A Arte da Discórdia (Suécia)

Essa é uma categoria que costuma ser bem diferente do Oscar. Se para o careca dourado "A Arte da Discórdia" parece ser o favorito, aqui apostamos em "Uma Mulher Fantástica", que, além de ser o filme de ficção mais aclamado do ano, traz uma história urgente e necessária sobre os percalços da vida trans - e protagonizado por uma mulher trans. Mas não nos chocaríamos se o prêmio fosse para o horroroso "Primeiro Mataram Meu Pai" pelo peso de sua diretora, Angelina Jolie. Felizmente esse já está fora da disputa ao Oscar, ao contrário dos outros quatro.

***

O 75º Globo de Ouro começa às 22h (horário de Brasília) desse domingo (7), e será transmitido a partir das 23h pelo canal fechado TNT - mas há também os bons links de streaming pela rede mundial de computadores.

Essas são nossas apostas de cinema para o Globo de Ouro - e esse é o ano de "Lady Bird" Essas são nossas apostas de cinema para o Globo de Ouro - e esse é o ano de "Lady Bird" Reviewed by Gustavo Hackaq on 1/07/2018 12:08:00 AM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.