As 8 melhores séries de 2017

Ótimas dicas de maratonas para as férias!

Parece que a cada ano temos mais opções de séries e filmes pra ver, né? Mais do que impressão, a diversidade de empresas que disponibilizam conteúdo é realmente maior e em meio a essa avalanche de produções há muita coisa “passável”, e outras que são obrigações para os fãs de TV – ou de streaming. 

Essa lista contém as melhores séries do ano, que tiveram muita repercussão ou que nem tanto – mas nem por isso, são menos importantes. Se ainda não viu alguma dessas, estão aí boas dicas de maratonas para começar 2018 com o pé direito. 

Big Little Lies


A produção da HBO levou vários prêmios no decorrer do ano, e seu êxito deu base para a antologia transformar-se em série com uma nova temporada no canal, prevista para 2019. A trama aborda jovens mães envolvidas em um assassinato, num clima “quem matou?” ao longo de todos os episódios, além da descoberta de segredos e dilemas na vida privada dessas mulheres. Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Shailene Woodley brilharam e mal podemos esperar para vê-las na nova temporada. 

The Handmaid’s Tale

Essa foi a série que colocou o Hulu no mapa, e desbancou HBO e Netflix no maior prêmio do Emmy 2017. O drama é baseado na distopia de Margaret Atwood, publicado em 1985. A República Gilead, um Estados Unidos pós golpe fundamentalista, aprisiona mulheres férteis - escassas nesse período - em prol da sobrevivência da sociedade, obrigando-as a carregarem filhos dos donos dessa nova ordem. Elisabeth Moss arrasou como protagonista, e levou pra casa o Emmy de Melhor Atriz em Série de Drama. 

Feud – Bette e Joan


A antologia do FX tem o propósito de mostrar rixas de ícones da indústria do entretenimento, e em sua primeira temporada abordou Bette Davis (Susan Sarandon) e Joan Crawford (Jessica Lange) nos bastidores do filme “O que terá acontecido a Baby Jane?”. A série é super bacana e evidencia como a própria indústria alimenta rixas entre mulheres, que podem e devem muito bem se unir para o bem comum. 

This Is Us

Destaque da NBC em sua segunda temporada, “This Is Us” retrata a vida de três irmãos que nasceram no mesmo dia, Kate e Kevin, que são filhos biológicos de Jack e Rebecca, e Randall, filho adotivo do casal. Ao longo dos episódios a vida dos personagens é apresentada em diversas linhas do tempo. O sucesso do show garantiu a segunda temporada que está no ar, e uma terceira para o próximo ano. 

Master of None


A comédia da Netflix não pega de primeira, essa é a verdade. Porém, aqueles que dão um crédito para a produção de Aziz Ansari, também protagonista, encontram uma série hiper conectada com o jovem de hoje. A segunda temporada que estreou esse ano é a melhor. Spoilers à parte, um episódio trata sobre o assédio endêmico da indústria do entretenimento, e expõe na cara dura como as coisas acontecem. Relacionamento com nossos pais, tradição vs modernidade, minorias, tudo é material para o roteiro se desenvolver e nos prender. 

Girls

Ignorada nas premiações desse ano, a última temporada de “Girls” da HBO é a melhor e nos apresenta as personagens de uma forma madura nunca vista antes. Com um final surpreendente, foi legal nos despedirmos de Hannah, Marnie, Jessa e Shosh, que de amigas não tem nada, mas que nos divertiram muito por seis anos. 

Atypical


Essa pérola da Netflix não recebeu tanta atenção quando lançada. Parecia mais uma dessas produções meia boca do serviço, só pra encher catalogo, mas a real é que “Atypical” é super divertida e com uma narrativa única. 

Sam, um adolescente com autismo, tem vontades como qualquer outro garoto e, a partir de uma recomendação de sua psicóloga, decide procurar uma namorada. Mas é claro que um rapaz tão peculiar como Sam vai encontrar alguns desafios pelo caminho. Pessoas que fazem parte do Espectro Autista ainda são pouco conhecidas, e é super importante uma série que humaniza pessoas como essa. 

Mindhunter

Mais uma da Netflix! Com produção de David Fincher e baseada em um livro, a trama foca em Holden Ford (Jonathan Groff) e Bill Tench (Holt McCallany), detetives do FBI empenhados em traçar perfis psicológicos de assassinos americanos. A série se passa em 1977, quando a psicologia criminal ainda estava nascendo e o termo “serial killer” nem mesmo existia. Uma ótima pedida para os aficionados por dramas policiais. 

***

Além desses destaques, podemos citar ainda a segunda temporada de “Stranger Things”, “Game of Thrones”, “American Gods” e “13 Reasons Why” que encheram nossos olhos esse ano. Agora é esperar 2018 com a continuação de alguns desses sucessos para nos deixar ainda mais ligados na TV. 

As 8 melhores séries de 2017 As 8 melhores séries de 2017 Reviewed by Marcos Moreira on 1/01/2018 01:44:00 PM Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.