Margot Robbie está sedenta por um Oscar e "I, Tonya" é a prova disso

É agora que Robbie mostra todo seu potencial.

Princesa do cinema, Margot Robbie é uma das novas acionistas da sétima arte e salvação de "Esquadrão Suicida". O ícone ficou conhecido por Hollywood após sua pequena participação no incrível "O Lobo de Wall Street", de Martin Scorsese. De lá pra cá desencadeou alguns projetos no cinema e finalmente deve mostrar todo seu potencial como atriz em "I, Tonya" e quem sabe receber alguma indicação ao Oscar.

Na produção, a atriz interpreta Tonya Harding, uma famosa patinadora olímpica e boxeadora dos anos 90. Harding "ganhou os holofotes" e teve sua carreira indo de mal a pior quando foi acusada de estar envolvida no ataque da também patinadora Nancy Kerrigan, agredida no joelho por um cassetete. No fim, foi descoberto que o marido de Tonya, Gillooly — vivido por Sebastian Stan —, e seu segurança arquitetaram o crime buscando eliminar obstáculos na carreira da patinadora. Bizarro.

Um trailer para maiores surgiu na rede mundial de computadores ontem e gente, Margot tá 10/10. O vídeo minucia o caso em mais de dois minutos, apostando nas caras e bocas da atriz de "Golpe Duplo" e muito palavrão. O Oscar é real, mores.

Confere aí.



Nos Estados Unidos, "I, Tonya" chega aos cinemas em dezembro, pertinho da temporada em que os filmes sedentíssimos por Oscar estreiam. Aqui no Brasil o filme ainda não tem data para sair, porém é provável que chegue aos cinemas brasileiros em janeiro.