Estas são as nossas apostas para indicados ao Grammy 2018

Que os jogos comecem!

Na próxima terça-feira, 28 de novembro, depois de muita espera e especulação, serão anunciados os nomeados ao 60th Grammy Awards, e nós não poderíamos deixar de fazer nossas apostas de indicados para a principal premiação da mundo da música. 

Kendrick Lamar x Ed Sheeran? Tem sim. Lorde e seu "Melodrama"? Tem também. Junto, é claro, com muitas surpresas e um pouquinho de esperança com relação a alguns indicados (e possíveis vencedores), afinal, ela é a última que morre, né?

Confira nossas apostas finais abaixo: 

Album Of The Year

"DAMN." - Kendrick Lamar
"Divide" - Ed Sheeran
"24K Magic" - Bruno Mars
"Melodrama" - Lorde
"The Weight Of These Wings" - Miranda Lambert
Pode rolar: "Starboy" - The Weeknd

Nos últimos anos tivemos embates entre artistas negros e brancos, com esses últimos levando a melhor sem merecer. Em 2016, tivemos Kendrick Lamar com "To Pimp a Butterfly" e Taylor Swift com o vitorioso "1989". A história se repetiu nesse ano, com Beyoncé e o álbum visual "Lemonade", e Adele com o "25", esse último levando o prêmio pra casa. Em 2018, é praticamente certo que os protagonistas serão Kendrick com o aclamadíssimo "DAMN." e Ed Sheeran com o "Divide" e, bom, acho que você já sabe como essa história vai terminar. 

Entre o outros competidores, Bruno Mars deve garantir sua vaga pelo sucesso comercial do "24K Magic", enquanto Lorde teve um dos álbuns mais aclamados pela crítica nesse ano e não poderia ficar de fora. O country é um dos ritmos mais populares nos Estados Unidos e arranca praticamente todo ano uma indicação a Album Of The Year, por isso, apostamos em Miranda Lamber, que também recebeu muitos elogios pelo seu novo disco, mas não descarte o "Starboy", do The Weeknd.



Record Of The Year

"Humble" - Kendrick Lamar
"Shape Of You" - Ed Sheeran
"That’s What I Like" - Bruno Mars
"1-800-273-8255" - Logic feat. Alessia Cara & Khalid
"Look What You Made Me Do" - Taylor Swift
Pode rolar: "Despacito" - Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber

A disputa Lamar x Sheeran deve se estender pelas principais categorias do Grammy e, nesses casos, o troféu deve ficar com um dos dois mesmo. Bruno Mars fez um grande sucesso com seu "24K Magic", e "That's What I Like" foi um dos maiores hits do ano, o que deve contribuir para essa indicação. Logic, Alessia Cara e Khalid se juntaram para lançar um hit de qualidade sobre um assunto tão importante quanto suicídio, o que deve lhes render uma indicação mais do que merecida. Taylor Swift é queridinha da Academia e, até quando é criticada pela mídia, deve conseguir seu espaço em pelo menos uma das categorias principais. 

Apesar de ser o maior sucesso do ano nos Estados Unidos (e no mundo todo!), "Despacito" é uma incógnita. A canção de Luis Fonsi arrebatou o Grammy Latino, mas não é nada improvável que a bancada do Grammy norte-americano acredite que isso já basta para a faixa e decida não indicá-la nas categorias principais. É esperar para ver. 

Song Of The Year

"Humble" - Kendrick Lamar
"Shape Of You" - Ed Sheeran
"1-800-273-8255" - Logic feat. Alessia Cara & Khalid
"Million Reasons" - Lady Gaga
"Praying" - Kesha
Pode rolar: "Sign Of The Times" - Harry Styles

Mais um embate "Humble" x "Shape Of You" com o prêmio com certeza indo para um dos dois. Logic, Alessia Cara e Khalid trazem a letra forte e poderosa de "1-800-273-8255" para a disputa, enquanto Gaga coloca sua "Million Reasons" no páreo, um dos maiores hits femininos do ano e com grandes chances de pelo menos uma indicação nas categorias principais. Acreditamos que, pelas boas críticas que recebeu e pela conexão da letra de sua música com Dr. Luke, Kesha não deve ficar de fora. 

Harry Styles merece pelo menos uma indicação, mas isso vai depender de como a Academia o enxerga, já que ele veio de uma boyband e resolveu apostar em uma sonoridade mais voltada para o rock no primeiro álbum solo. Estamos na torcida.


Best Pop Vocal Album

"Divide" - Ed Sheeran 
"Melodrama" - Lorde
"Joanne" - Lady Gaga
"Rainbow" - Kesha
"Tell Me You Love Me" - Demi Lovato
Pode rolar: "Evolve" - Imagine Dragons

Uma das categorias mais certas do Grammy 2018, Best Pop Vocal Album deve ficar mesmo entre os citados acima, com vitória provável de Ed Sheeran. Lorde e seu "Melodrama" seguem de perto o britânico e não descartaríamos completamente a vitoria do ícone. Lady Gaga, Kesha e Demi Lovato completam a categoria não tendo muitas chances, mas merecendo seu espaço ali. 

Ainda assim, deixamos um alerta para a possível indicação do "Evolve", do Imagine Dragons. Esse ano, a banda concorrerá pela primeira vez nas categorias de pop, e tem dois hits de peso ("Believer" e "Thunder") para justificar um espaço em Best Pop Vocal Album. Se entrarem, é provável que tirem a indicação de Demi. 


Best Pop Solo Performance

"Shape Of You" - Ed Sheeran
"Million Reasons" - Lady Gaga
"Look What You Made Do" - Taylor Swift
"Praying" - Kesha
"What About Us" - P!nk
Pode rolar: "Too Good At Goodbyes" - Sam Smith

Nesse ponto você já deve saber bem quem provavelmente vai levar, né? Ainda assim, não descartaríamos por completo uma vitória de "Look What You Made Me Do". Vai que? 

Se tudo der errado, "Million Reasons" e "Praying" devem, pelo menos, aparecer nessa categoria. P!nk é uma queridinha da premiação e, por isso, deve conseguir uma indicação com "What About Us", enquanto Sam Smith, correndo por fora, também é bastante querido pela bancada do Grammy, o que pode fazer com que ele pegue o lugar dela.



Best Pop Duo/Group Performance

"I Don’t Wanna Live Forever" - Taylor Swift & ZAYN
"Despacito" - Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber
"Something Just Like This" - Chainsmokers & Coldplay
"1-800-273-8255" - Logic feat. Alessia Cara & Khalid
"Thunder" - Imagine Dragons
Pode rolar: "I Feel It Coming" - The Weeknd feat. Daft Punk

"I Don't Wanna Live Forever" é uma música de Taylor Swift que alcançou o #2 na Hot 100 e deve concorrer ao Oscar de Melhor Canção Original. Não precisamos mais justificar nossa aposta, né? Porém, "Despacito" é o maior hit do ano e se tem uma categoria que ele não pode ser ignorado, é em Bets Pop Duo/Group Performance. 

A Academia já provou que gosta bastante do The Chainsmokers ao dar a eles o prêmios de Best Dance Record por "Don't Let Me Down" nesse ano, o que significa que, com Coldplay, grupo também queridinho da bancada, a indicação aqui é praticamente certa. Logic & companhia entram por todos os motivos já citados em outras categorias, enquanto Imagine Dragons está com tudo e deve fazer seu debut nas categorias de pop com "Thunder"

Se o "Starboy" conseguir uma indicação em Album Of The Year, é bem provável que "I Feel It Coming" entre por tabela nessa categoria.


Best Rap Album

"DAMN." - Kendrick Lamar
"Big Fish Theory" - Vince Staples
"4:44" - Jay-Z
"Grateful" - DJ Khaled
"HNDRXX" - Future
Pode rolar: "We Got it from Here... Thank You 4 Your Service" - A Tribe Called Quest 

Mesmo que não faltem dúvidas sobre o ano ser de Kendrick Lamar, que neste ano lançou o “DAMN.” e, em edições anteriores, já viu seu trabalho ser passado pra trás injustamente, o rap nos rendeu vários discos fodas neste ano. O estreante Vince Staples já chegou como um peixe grande em “Big Fish Theory”, Jay-Z, que não teve lá tanto apreço comercial, entregou um dos melhores discos da sua carreira no pessoal “4:44” e, pesando a preocupação do Grammy com trabalhos que tenham tido algum impacto comercial, ainda temos “HNDRXX”, do Future, e o baú de hits “Grateful”, do DJ Khaled.


Best Dance Record

"Stay" - Zedd & Alessia Cara
"It Ain’t Me" - Kygo & Selena Gomez
"Slide" - Calvin Harris feat. Frank Ocean & Migos
"Rockabye" - Clean Bandit feat. Sean Paul & Anne Marie
"Lonely Together" - Avicii feat. Rita Ora
Pode rolar: "Scared To Be Lonely" - Martin Garrix & Dua Lipa

A disputa entre "Stay" e "It Ain't Me", os dois maiores hits EDM desse ano nos Estados Unidos, vai ser boa. Tirando essas duas faixas, é bem difícil saber, com certeza, quem vai estar nessa categoria, mas apostamos em Calvin Harris, figurinha carimbada na premiação, com "Slide" e Clean Bandit, que já ganhou um Grammy por "Rather Be", dessa vez com sua "Rockabye". Avicii e Rita Ora correm por fora, enquanto Martin Garrix e Dua Lipa podem surpreender. 


Best New Artist

Alessia Cara
SZA
Vince Staples
Khalid
Julia Michaels
Pode rolar: James Arthur

Vai ser bem difícil tirar essa indicação de Alessia Cara, a provável vencedora dessa categoria. SZA e Vince Staples tem o apoio total da crítica e foram extremamente aclamados com os álbuns que lançaram nesse ano, "Ctrl" e "Big Fish Theory", respectivamente. Khalid é um nome popular, que tem a simpatia da crítica e do público, o que com certeza conta bastante. 

Para a última vaga, Julia Michaels é a mais cotada. Ela participou como compositora do "Purpose", álbum de Justin Bieber que foi indicado a Album Of The Year na premiação passada, e brilhou como estrela principal esse ano no hit "Issues". Porém, James Arthur tem ganhado o apoio da mídia nas últimas semanas e representa bem a noção óbvia de talento que o Grammy tem, o que pode fazer com que ele consiga essa indicação. 

Se o mundo fosse justo, Dua Lipa seria indicada a essa categoria, mas não vamos mentir pra vocês: é algo muito improvável de acontecer.



***

E aí? Concordou? Discordou? Conta pra gente quais são suas principais apostas nos comentários. Que os jogos (e as orações pelxs nossxs faves) comecem!