A parceria improvável de David Guetta, Afrojack e Charli XCX é uma das melhores coisas da semana

C*ralho, eu to muito surpresa.

Há um tempo atrás, Charli XCX fez questão de deixar todo mundo saber que ela estava trabalhando com ninguém menos do que David Guetta. Então, o que já era improvável ficou ainda mais inimaginável: "Dirty Sexy Money", lançada hoje, 3 de novembro, ainda traz a participação de Afrojack e o rapper French Montana e, surpreendendo a todos, é um hino da porra. 

Feita aos moldes Charli XCX, a faixa soa perfeitamente como algo que ouviríamos em um CD da cantora. Em alguns momentos, "Dirty Sexy Money" nos lembra um pouco os trabalhos de Cashmere Cat, e nos remete, em seu início, a "Love Incredible", canção lançada pelo DJ no início do ano com a Camila Cabello. No refrão, entretanto, a música explode, soando como algo que poderíamos imaginar Guetta fazer com Afrojack, parceiro de longa data com quem já trabalhou em "Hey Mama" e em algumas outras canções.  

Com o pré-refrão cheio de palminhas e o refrão agitado, "Dirty Sexy Money" ganha a boa adição do rapper do momento, French Montana, dono do hit "Unforgattable". Sua participação funciona para diminuir ritmo, de um jeito que não soa chato nem como uma quebra da música, e faz com que o refrão final soe ainda maior. Um party anthem pra ninguém botar defeito. 

Só a gente reparou que a Charli gosta muito de falar "pull up"? É "pull up" em "Dirty Sexy Money", "pull up" em "OMG", música que escreveu com a Camila, e até "Pull Up", sua própria colaboração com a . A senha do sucesso!