Tudo o que você precisa saber sobre "Stranger Things" antes de sua nova temporada

Caralho, a gente tá muito sinistro.

"Stranger Things" se tornou um fenômeno, né? A série dos irmãos Matt e Ross Duffer conquistou uma geração outrora carente de suas amadas produções cinematográficas dos anos 80 ao apostar em uma narrativa nostálgica que se banhava em referências de grandes filmes deste público. Além da nostalgia, o carismático elenco infantil também ajudou a alavancar a série fazendo, inclusive, com que ela fosse uma das 10 mais assistidas na Netflix.



A série começa na cidade de Hawkins em 1983 com o desaparecimento de Will Byers (Noah Schnap). Seus amigos Mike (Finn Wolfhard), Dustin (Gaten Matarazzo) e Lucas (Caleb McLaughlin) passam a investigar o sumiço do garoto, buscando encontrá-lo, assim como sua mãe Joyce (Winona Ryder) e o oficial Jim Hopper (David Harbour). As coisas ficam mais estranhas quando os garotos encontram a misteriosa Eleven (Millie Bobby Brown), quem diz saber o paradeiro de Will, e surge uma agência do governo que tenta interferir em toda a situação.

A produção da Netflix se vendeu pela nostalgia. A primeira temporada é um verdadeiro baú da cultura pop dos anos 80 — e de algumas coisinhas mais atuais —, com uma caralhada de referências aos filmes da época. A nova temporada não deve ser diferente, contando que até a campanha de marketing foi direcionada neste sentido, trazendo posteres que faziam releituras aos clássicos do cinema.

"Uma Noite Alucinante", "Chamas da Vingança", "Alien - O Oitavo Passageiro" e "Os Goonies" foram alguns dos vários filmes reverenciados através dos cartazes, e alguns deles serviram de referencia para inúmeros elementos, inclusive narrativos, para a primeira temporada que a tornaram  ainda mais rica.




A abertura por si já é um show parte. Precisamente minimalista e ao som de sintetizadores pontuais, a abertura remete a diversos filmes da época. A trilha sonora, aliás, é uma grande referência aos clássicos de John Carpenter, como "Halloween" (1978). E se é para trazer mais uma curiosidade, a fonte-título é uma clara referência às fontes usadas nos livros de Stephan King.

O principal elemento da série é o núcleo infantil e todos os desdobramentos acerca dele. A "formula" grupo de amigos + mistérios + aventura foi muito bem abusado ao usar como espelho filmes como "E.T - O Extraterrestre" (1982). Este, inclusive, talvez seja uma das principais obras-base da série. São incontáveis as vezes em que temos algo que remeta ao filme de Steven Spielberg: o disfarce de Eleven e a fuga de bicicleta são as grandes referências.

Quem assistiu "It - A Coisa" (2017) provavelmente saiu da sessão com a sensação de ter conferido uma versão compacta da série e fez até comparações ao dizer que o mesmo é uma quase cópia. Engana-se quem não sabe que o filme é baseado no livro de Stephen King, autor dono de inúmeras obras que mais tarde foram adaptadas para o cinema e que serviram como fonte para a série dos irmãos  Duffer.


Além de "It", "Chamas da Vingança" (1984) e "Carrie, A Estranha" (1976) são outras duas adaptações do King que tiveram alguns de seus elementos aplicados na série. Ambos os filmes/livros abordam personagens com poderes um tanto quanto descontrolados. Eleven lembra bastante a personagem de Drew Barrymore em "Chamas da Vingança" por também ser uma cobaia que tem seus poderes testados e estudados.

Demogorgon, a bizarra criatura que assombra os habitantes de Hawkins, também tem como base personagens de produções oitentistas. O monstro lembra bastes o Alien, de "O Oitavo Passageiro" (1979). Há quem diga que o Demogorgon também pega um pouquinho do personagem-título de "O Predador" (1987), principalmente quanto aos sons emitidos por ambos.


Se gente fosse ficar minuciando referência por referência, ficaríamos por aqui até o lançamento da nova temporada porque. é. muita. coisa. Além do mundo do cinema, o mundo da música e quadrinhos também foram bem aproveitados na série. Num dos episódios, temos a clássica "Heroes" de David Bowie na voz de Peter Gabriel, por exemplo. E não podemos esquecer da revista X-Men #134, citada por Dustin após ganhar uma aposta: a edição em questão traz a Jean Grey dominada pela Fênix Negra pela primeira vez, tocando o terror — quem será que ela lembra, mores?

"Conta Comigo" (1986), "Tubarão" (1975), "Contatos de Terceiro Grau" (1977) e "A Hora do Pesadelo" (1984) são outros dos diversos filmes em que a série de banha ou até mesmo traz uma referência descarada — posteres pregados nas paredes dos cenários não foi que faltou. A gente recomenda maratonar de novo a primeira temporada da série só para pegar as referências perdidas para tornar a experiência ainda mais completa.

Atenção ao spoiler.

A trama do segundo ano da série explorará Will após voltar do Mundo Invertido e suas consequências, além de mostrar como os meninos estão seguindo sem a presença de Eleven. A segunda temporada de "Stranger Things" estará disponível na Netflix a partir desta sexta-feira, 27, ganhando também um especial no SBT que exibirá o primeiro episódio da série. Caralho, a gente tá muito sinistro.