Em busca de um hit, Anne-Marie mais uma vez recorre ao tropical house em "Heavy"

Ai, Anne, assim não dá pra te defender.

Anne-Marie tem alma de brasileira e não desiste nunca. Mesmo depois de hitar muito no mundo todo com "Rockabye", do Clean Bandit, a cantora ainda não conseguiu um grande hit para chamar de seu. "Ciao Adios" não deu muito certo e agora ela parte pra outra e lança hoje, 22 de setembro, "Heavy", mas algo nos diz que, tal qual sua antecessora, não vai ser agora que o hit virá. 

Se "Ciao" soava como uma reciclagem de todos os tropical house lançados desde que Justin Bieber revelou "Sorry" ao mundo, "Heavy" parece, a uma primeira ouvida, uma descartada do Clean Bandit misturada com mais reciclagem tropical. Ou seja, nada de diferente do que temos visto absolutamente todos na indústria fazerem. 



A gente quer muito ver a Anne-Marie acontecer, mas desse jeito não vai rolar.

Fazendo um comparativo, cantoras da mesma leva, como Zara Larsson e Dua Lipa, só foram acontecer mesmo quando mostraram originalidade ao público - Zara tem um estilo próprio, principalmente em sua imagem, enquanto Dua conseguiu com sua "New Rules" encontrar um nicho, tanto sonoramente quanto visualmente. No caso de Anne, a gente só consegue ficar triste em ver que uma cantora que surgiu pra gente com algo tão refrescante como "Alarm" desviou drasticamente para um lado tão óbvio depois do sucesso de "Rockabye". #PrayForAnneMarie 

Ainda sem data prevista para seu disco de estreia (já conhecemos bem essa enrolação tour, né?), parece que tudo que falta para que a carreira e o álbum de Anne decolem é o bom e velho hit top 10 e, mesmo que tenhamos ficado decepcionados com "Heavy", torcemos para que dê certo, que faça o disco ser lançado logo e que ele tenha músicas mais parecidas com "Alarm". A gente agradece.