Demi Lovato soa mais confiante do que nunca em seu novo álbum, "Tell Me You Love Me"

Parece que Demi Lovato encontrou sua voz.

Em fevereiro de 2014, uma fã muito sábia da Demi Lovato fez uma premonição em seu Twitter: "os lovatics humilhados vão dar a volta por cima e pisa na sociedade que tanto julgou". E não é que o dia chegou?


Depois de alguns álbuns – vamos ser honestos – esquecíveis, Demi finalmente conseguiu lançar o sucessor do "Unbroken". O "Tell Me You Love Me" é, assim como seu lead single "Sorry Not Sorry", um sucesso tanto de crítica (!) quanto de público (!!), ou seja. o pacote completo. 



Em sua melhor forma liricamente e controlando melhor sua voz, que apesar de ótima pode soar estridente quando mal utilizada, Demi se desvincilha completamente de qualquer eco de Disney que ainda houvesse em sua carreira.

Da explosão pop de "Sexy Dirty Love" e "Daddy Issues", as sensuais "Concentrate" e "Ruin The Friendship" (que, ao que tudo indica, é para o Nick Jonas –  que casalzão da p*rra eles seriam!), passando ainda pela faixa-título e por "You Don't Do It Anymore", perfeitas para chamar a atenção da bancada do Grammy, a cantora nos entrega um disco R&B, soul, pop e redondinho, pra ninguém botar defeito.

Foi um longo caminho até chegarmos aqui, mas finalmente Demi Lovato encontrou sua voz. E ela soa mais confiante do que nunca!