Aparentemente, Camila Cabello está começando uma nova era

Ou recomeçando, como preferir

Camila Cabello lançou hoje, 3 de agosto, duas novas músicas, "OMG" e "Havana", como parte do que ela vem chamando de "Summer Double Feature", mas apesar de ambas serem ótimas, algo tem nos distraído desses lançamentos: os mistérios (e rumores!) que rondam o lançamento de seu primeiro disco.



Algumas semanas atrás, a ex-Fifth Harmony trocou seu nome no Twitter para apenas "Camila", o que gerou especulações de que ela estaria mudando seu nome artístico. Aí que hoje, ao procurar as duas novas canções lançadas no aplicativo Shazam, fomos direcionados para uma capa que nunca tínhamos visto com a cantora em uma vibe bem cubana e veranesca e com o título sendo apenas o seu nome, sem sobrenome nem nada. E, como você pode perceber, essa identidade visual não tem nada a ver com a apresentada por ela em "Crying In The Club"


As novas artes de divulgação de "OMG" e "Havana" e a capa misteriosa do Shazam nos levam a crer que a cantora estaria mudando a identidade de seu primeiro disco, que agora se chamaria "CAMILA". Ela ainda trocou sua foto de perfil nas redes sociais para uma que segue a mesma linha visual das capas das faixas divulgadas hoje, mais uma vez distanciando-a do apresentado em seu single de estreia.



Vale lembrar que além de "OMG" e "Havana", Camila lançará "Inside Out" muito em breve, e a capa dela também segue a mesma linha cubana que ela tem explorado recentemente, sendo muito parecida com a nova foto de perfil em suas redes sociais.

Pra completar, demos uma passadinha no áudio de "OMG" no YouTube, olhamos a descrição e olha só o que encontramos:


"Pre-order 'Camila' at"

Por todas essas pistas, parece que o "The Hurting. The Healing. The Loving" foi mesmo morto e substituído e "Crying In The Club" está prestes a virar o famoso "buzz single". Vamos ficar atentos para informações oficias.

Ps.: Camila, pode recomeçar a era, só não esquece "I Have Questions" no churrasco, não. Grata.