Que plot-twist! Azealia Banks participará de “Digital Distortion”, novo disco da Iggy Azalea

Nunca diga nunca.

Daqueles plot-twists que ninguém esperava viver nesta vida: Iggy Azalea confirmou uma parceria com Azealia Banks no seu novo disco, o lendário “Digital Distortion”, após anos de discussões pelas redes sociais e apenas algumas semanas de troca de mensagens pelo Twitter e Snapchat.

Banks, que há algumas semanas lançou o single “Chi Chi”, usou suas redes sociais para sugerir uma parceria com Azalea, afirmando que, se elas se unissem, o mundo pararia para ouvir o que tinham a dizer, e após uma mensagem reconciliadora em seu Snapchat, a cantora australiana confirmou o inesperado, a parceria entre as duas vai mesmo rolar.

O disco “Digital Distortion” está precisando de um fator extra. Encabeçado pelo single “Team”, o segundo álbum de Iggy Azalea tem sofrido com a pressão da gravadora pra que ela emplaque outro sucesso tão grande quanto “Fancy”, do trabalho anterior, e por conta disso, sido frequentemente adiado.

No último capítulo dessa saga, tivemos a colaboração de Iggy com Anitta em “Switch”, que teve seu clipe cancelado após cair na internet numa versão não finalizada.



Azealia Banks, por sua vez, poderá aproveitar a oportunidade pra recuperar a visibilidade que perdeu ao longo dos últimos anos, graças ao desgaste da sua imagem, insistentemente associada a narrativa racista e misógina da imprensa, que ignorou boa parte do seu trabalho musical, em tempo que dava espaço para inúmeras polêmicas, declarações e especulações envolvendo o seu nome.

“Eu não espero que vocês entendam, porque eu colaboraria com alguém que disse publicamente que desejava minha morte”

A parceria entre Iggy e Azealia também abre espaço para uma discussão mais saudável em torno dos debates levantados pela rapper de “The Big Big Beat” sobre o racismo e privilégio branco na indústria, visto que boa parte de seus argumentos eram deslegitimados quando o público individualizava essas conversas, tornando-as um mero bate-boca entre ela e a artista branca – quando sempre foi algo maior e mais complexo do que isso.

Como disse Iggy Azalea quando anunciou a colaboração: queime suas perucas ou guarde-as para quando a música chegar!