Que hino! “Menina”, do Omulu, ganhou remixes por Zebu, Enderhax e outros brasileiros fodas

Que deus abençoe os rolês e esse momento maravilhoso da música pop nacional.

Numa fase em que a música pop nacional ainda está definindo a sua cara, são os nomes que fogem do comum que chamam a nossa atenção e, além de artistas que já se sobressaíram nesse cenário, como Anitta e Pabllo Vittar, muitos produtores entram pra nossa listinha-pra-ficarmos-de-olho e um deles é o Omulu.

Em comum com as vozes de “Sua Cara”, do Major Lazer, Omulu tem a benção do Diplo, que pirou com o trabalho do brasileiro e, inclusive, o levou pra tocar lá na BBC Radio 1, e aproveitando essa fase em exposição, o produtor retomou a divulgação do single “Menina”, lançado no começo desse ano em parceria com o cantor Delano.



Com seu clipe batendo mais de um milhão de visualizações no canal do Midas do funk, Kondzilla, “Menina” ganhou um EP de remixes no Spotify, com versões que levaram a música por todos os gêneros possíveis, do arrocha ao trip-hop, assinadas por Zebu, Maffalda, Enderhax, Vhoor, Weber, Atman, Menz e ÀTTØØXXÁ.



Nossas versões favoritas foram do Weber, que fez a menina gamar num forrozão:



E do Zebu com Maffalda, que a transformou no smash hit eletrônico que The Chainsmokers amaria ter lançado:



Antes de ser remixado, Omulu também remixou e muito. O produtor foi um dos convidados para a nova edição do álbum “A mulher do fim do mundo”, da Elza Soares, levando o intenso desabafo da sua faixa-título para a pista de dança:


Assinando também essa versão DO. CARALHO. para “Lucro”, do BaianaSystem (outro artista nacional pra não tirar os olhos e ouvidos tão cedo):




Que deus abençoe os rolês e esse momento maravilhoso da música pop nacional.