Essa é uma resenha antecipada da música do Justin Bieber com The Chainsmokers

Mal podemos esperar pelo EP de remixes, com versões do Major Lazer, Lil Yachty, Migos e R3hab.

Dois anos após a estreia do disco “Purpose”, o cantor canadense Justin Bieber testou sua popularidade com as participações em “Despacito”, do Luis Fonsi, e “I’m The One”, do DJ Khaled, e inevitavelmente alavancou as duas canções para o topo das paradas em vários países, o que fez com que ele se sentisse confiante o bastante pra que fizesse desse o ano do seu grande retorno.

A música que deve marcar a volta de Bieber às paradas será, assim como “Where Are Ü Now”, uma colaboração com uma dupla de DJs, mas, desta vez, o cantor deixa Diplo e Skrillex para trás, se unindo aos hitmakers de “Closer” e “Don’t Let Me Down”, The Chainsmokers.

Na mesma época em que Bieber ainda usufruía das parcerias com Diplo e Skrillex em seu último disco, bem como em faixas como “Cold Water”, do Major Lazer, The Chainsmokers se tornava uma das maiores revelações da música eletrônica atual, emplacando hits atrás de hits, e, sabendo que ter contatos é tudo nesta vida, uma hora ou outra, a dupla e o canadense iriam se encontrar e tornar real o que provavelmente será um dos maiores e mais insuportáveis hits dos próximos meses.

Uma vez que ambos os artistas não são nenhum dos nomes mais inventivos da indústria, nos permitimos fazer uma resenha antecipada da música que está por vir e, bem, você pode lê-la abaixo.

Justin Bieber & The Chainsmokers, 

“Get To Know U” (Título provisório)


O canadense Justin Bieber não voltaria para brincadeiras e, em sua parceria com The Chainsmokers, “Get To Know U” (levando em consideração os últimos títulos de ambos os artistas, estruturados por meio de palavras curtas e de fácil associação, além do “you” modernizado, já que não há nada mais Millennial do que Bieber, The Chainsmokers e “U”), entrega uma música pronta para o que as plataformas de streaming vão amar te enfiar goela abaixo, por meio de suas playlists mais popularidades e, claro, todo o lance matemático dos algoritmos, que levaram os negócios da música pop para outro nível.

O arranjo de “Get To Know U” não é novidade pra quem já está familiarizado com os trabalhos de The Chainsmokers, se assemelhando, inclusive, ao break dos seus últimos cinco hits, mas podemos comemorar o fato de não ser mais uma canção com tropical house, não podemos?

Quem também se permitiu repetir certas fórmulas foi Bieber, que entrega vocais no mesmo estilo do disco “Purpose”, em momentos quase falados, dando um tom mais melódico para seu pré-refrão, que antecede o característico break do The Chainsmokers, seguido pela repetição do título da canção.

Antes do seu último refrão, uma repetição de duas ou três frases, a faixa também é marcada por uma quebra na sua melodia, na qual Bieber entoa um verso não cantado durante toda a canção, até que voltamos para o seu break, agora com mais batidas do que nas vezes anteriores.

A letra de “Get To Know U” não surpreende no repertório de ambos os artistas, falando sobre um relacionamento que não deu certo, mas que o cantor insiste em tentar fazer funcionar. A insatisfação com relacionamentos mal sucedidos é um dos poucos temas que cantores de música pop parecem se inspirar a compor há alguns anos. E, usando a imprensa ao seu favor, a música dá margem pra que interpretem como mais uma resposta de Bieber para o seu namoro com Selena Gomez, Timberlake não poderia tê-lo ensinado melhor.

No final da canção, temos duas certezas: ela soa como muitas coisas que já ouvimos nos últimos meses, mas provavelmente iremos dançá-la algumas muitas vezes, afinal, não somos de ferro. Não é como se a canção fosse boa o suficiente para estar no topo da nossa ‘It’s Nü Music Friday’, mas ela provavelmente estará em primeiro lugar em todas as outras listas do Spotify ao redor do mundo, então não acreditamos que iremos prejudica-los por conta disso.

Mal podemos esperar pelo EP de remixes, com versões do Major Lazer, Lil Yachty, Migos e R3hab.