Temos cinco motivos para você amar "Até Te Encontrar", single/clipe de (re)estreia do brasileiro Yann

Sim, o fato do cantor ser uma delícia, né gente, é um deles

O cantor carioca Yann lançou na semana passada o seu single de (re)estreia, "Até Te Encontrar", carro-chefe do novo EP do cara, "Entre o Fim e o Recomeço", que será dividido em duas partes e aceitará a beyoncetização nossa de cada dia: será um álbum visual, com clipe para todas as músicas. Anitta, aceita também!

Yann vem sim para reforçar o pop nacional, mas, distante da citada Rainha do Pop made in Brazil que é a Anitta, a proposta do carioca veio mais intimista e alternativa, mas nadinha menos interessante. Depois de vários dias ouvindo o novo single (no repeat), listamos cinco motivos para você também colocar "Até Te Encontrar" dentro do seu coração.

1. "Até Te Encontrar" é a "Habbits" brasileira

Isso mesmo, temos a nossa nova música dor-de-cotovelo, o que é maravilhoso, não é mesmo? Assim como Tove Lo tinha que cair nas baladas (e ficar chapada) para esquecer o ex-amor, Yann também espera ansioso a noite chegar para poder fugir das lembranças do relacionamento falido: "Depois conto os minutos pra noite chegar. É no escuro que esqueço seu olhar e consigo respirar. E à noite tenho sede pra me abastecer, pra esquecer". A faixa é uma pequena pérola daquele período terrível que passamos para superar e seguir em frente. Vida que segue.

2. Ela provavelmente vai ficar na sua cabeça

Você talvez não ame a faixa numa primeira ouvida; lá, ela soa uma faixa pop como qualquer outra. Aí você ouve novamente e hum, esse verso é bem bom. Na próxima, olha, essa letra é tão eu. Na quarta, nossa que batidinha delícia, essa guitarra no final é ótima. Na quinta, VEM, JÁ, PRA, CÁ, VEM, JÁ PRA, MIM.


3. Yann é made in Brazil 100% independente

É bem verdade que artistas em grandes gravadoras tenham que, muitas vezes, abrir mão de muita coisa para, a fim de emplacar mais um hit, se encaixar no formato que os produtores querem, porém, com os rios de dinheiro, fica mais fácil a música chegar até nós. Yann compõe as próprias músicas e faz tudo de maneira independente, o que é incrível. Assim como dançamos Banda Uó quando toca na balada (eles também eram independentes no começo da carreira, inclusive), temos que dar o apoio à artistas independes do nosso país, muitas vezes talentos absurdos perdidos no meio dos grandes contratos das gravadoras.

4. O clipe de "Até Te Encontrar" segue ótima tendência de vídeos minimalistas

Como é de supor, artistas independentes não possuem os grandes orçamentos para gravar um clipe de alto nível, então uma boa saída é agregar um conceito minimalista - quando bem feito, sai um belo resultado. Exemplos? "Búzios do Coração" da Banda Uó, "Chuva" do Jaloo, "Million Reasons" da Lady Gaga". Filmado numa praia carioca durante as primeiras horas da manhã, o cantor nos contou os perrengues da gravação, que foram desde os curtos momentos do amanhecer até o engano na data da gravação, que impediu duas dançarinas de comparecerem para as filmagens. Pensa que a coisa é fácil só porque a coisa é minimalista? Mas o resultado final ficou bastante interessante e cru, o que casa com a proposta da música.


5. Você já viu o cantor? Que delícia, né gente?

Uma imagem vale mais que mil palavras.


Okay, isso não é motivo para amar a música, mas amando quem canta já é um grande começo, não? Ai, misericórdia, chama a mamãe, Katelyn!

O primeiro volume de "Entre o Fim e o Recomeço" será lançado em março em todas as plataformas digitais e vem junto com o principal single de trabalho – que será revelado no mês de lançamento. E segurem: a faixa será uma parceria com a atriz Mariana Ximenes. Quem já quer mais do Yann? Só seguir o cara no Facebook, Instagram e Twitter. Vem salvar o pop!