Isso é tudo o que podemos te contar sobre “50 Tons”, o single de estreia do Pedro Thomé

A música começa quase acústica, no território romântico Iorc-quiano, e termina entre batidas à la Shawn Mendes.

Sexta-feira é dia de estreia na música nacional. Chegou no nosso email uma música inédita, chamada “50 Tons”, que será o primeiro single de um cantor chamado Pedro Thomé.

Numa primeira impressão, podíamos jurar que se tratava de um lançamento sertanejo e, quando vimos o nome do produtor Luis Gustavo Garcia, responsável por alguns sucessos de Luan Santana, a certeza só aumentou, mas estávamos errados.

“50 Tons” é uma música pop, mas que mistura influências que parecem ir do britânico Ed Sheeran aos brasileiros da Onze:20, seguindo um caminho antes trilhado por outros nomes em ascensão por aqui, como Tiago Iorc e as maravilhosas do ANAVITÓRIA.

Com apenas 23 anos, Thomé carrega uma característica voz rouca e ela funciona muito bem com o arranjo gradual de “50 Tons”, que começa quase acústica, no território simples e romântico Iorc-quiano, e acaba entre batidas e sintetizadores, sem aproximando mais de Shawn Mendes e Justin Bieber.

De acordo com o email que nos trouxe sua canção, Pedro Thomé é influenciado por artistas como Maroon 5, Coldplay, Rael da Rima, Luan Santana e Maurício Manieri. E, quanto ao último, ficamos felizes em dizer que as vozes se assemelham, por conta da mencionada rouquidão.

O mesmo email, entretanto, avisa que o áudio de três minutos e dezoito segundos é extremamente sigiloso e não deve ser revelado ao público até a próxima sexta que, felizmente, chegará no dia 20. Esse post é para garantir que vocês voltarão aqui neste dia.