Recap | X Factor UK 2016: com "Mannequin Challenge" SENSACIONAL, a competição, enfim, começou!


Após a eliminação tardia de Ryan Lawrie na última semana, chegou a vez do Top 5 da temporada subir ao palco e disputar uma vaga na semi-final do programa. Com duas oportunidades, "Louis Love" e "Own Choice", foi ao ar nessa noite sábado (26) o oitavo show da 13ª temporada de The X Factor.

Com momentos incríveis e outros que preferimos esquecer, o show foi interessante e deixou a competição ainda mais incerta. Será que o seu favorito se saiu bem? Confira em mais uma Recap!

PRIMEIRA RODADA

Matt Terry – "Secret Love Song" (Little Mix)



Não deixam esse menino fechar um único show. Impressionante! Mas vamos lá. Voltando pra apresentação, Matt fez uma apresentação toda correta e ficou ainda melhor nas partes altas da música - melhor região vocal do candidato. Apensar de não ser a melhor escolha pro cara, o legal é ver a evolução, afinal, essa apresentação ficou infinitamente melhor do que no 6CC. Matt fez uma apresentação memorável na semana passada e, por isso, ficamos com a impressão de que ele deveria entregar mais nesse primeiro round. De qualquer forma, Matt tem uma das melhores vozes da competição e merece muito passar para a próxima semana. Estamos na torcida.

Saara Aalto – "The Winner Takes It All" (ABBA)



HAHAHAHAHA. Esse figurino. Esse palco. Saara tá nessa competição pra se jogar e se divertir - e adoramos isso. Acompanhada pelo piano, Saara começou a apresentação voltando aos seus tempos de musical e mostrou porque é considerada uma das melhores vocalistas da temporada. Do meio pro fim, sua voz tomou conta do estúdio, fazendo o público e jurados aplaudirem de pé. Mostrando um super controle vocal, Saara entregou uma daquelas apresentações que marcam a jornada do candidato. Vocalmente, Saara arrasou. A gente só espera que o público tenha se conectado com a apresentação e vote por ela. E olha, Saara tá muito merecendo uma vaga na final!

Honey G – "U Can’t Touch This/Super Freak" (MC Hammer/Rick James) 



A gente adora o fato da Honey G ter virado o jogo e se tornado uma candidata respeitada na competição, mas toda semana é a mesma coisa e isso tá cansando. A gente entende a Honey G como artista, mas é fato que ela não tem muito pra onde ir. Não dá pra aguentar um CD inteiro assim. Pra competição pode ser divertido, mas pra carreira será boring. O lance é que a candidata tem muita popularidade e pode sim estar na final. Quem poderia imaginar, né? Vamos ver o que ela aprontará no próximo round!

5 After Midnight – "Uptown Funk" (Mark Ronson ft. Bruno Mars) 



Não cansamos de dizer o quanto esses meninos estão prontos pro mercado e hoje foi mais uma prova disso. Escolha perfeita de Louis pra eles mostrarem o quanto merecem essa competição. Melhoraram as harmonias, fugiram da versão icônica da Fleur dentro do programa em 2014 e fizeram, mais uma vez, um show deles deles dentro da competição. Sharon, em seu comentário, disse que enxerga eles quebrando barreiras além do mercado britânico e nós não vemos a hora de ter um material deles em mãos, porque realmente, com tudo já mostrado até aqui, soa muito promissor.

Emily Middlemas – "Toxic" (Britney Spears)



Se já não bastasse o pimp de dar o final do show pra essa menina quase toda semana, a produção jogou também o Drama Card por causa da eliminação do Ryan. Não rolou!

O que pode ser mais chato do uma apresentação da Emily? Uma apresentação da Emily com cocolele! MEU DEUS. QUE VERSÃO CHATA DO CARALHO DO HINO "TOXIC". A gente tinha certeza que a Emily faria exatamente essa apresentação insuportável. Não dá pra engolir essa menina. É tudo igual. Tá na hora de ir pra casa, linda!

SEGUNDA RODADA

Matt Terry – "Alive" (Sia) 



Sabe quem é o melhor mentor para o Matt? O próprio Matt! Que escolha ousada. Claro que a gente ficou morrendo de medo de como seria essa execução, mas Matt arrasou. As mudanças no arranjo - principalmente no refrão - ajudaram a música ficar com a cara do candidato. Vocalmente, foi muito inteligente, usando mais a voz de peito e guardando os falsetes apenas para o final da apresentação. Muito melhor que na primeira música, Matt voltou com tudo pra competição (desde a semana passada) e mostrou porque merece ser finalista! E Nicole, só te pedimos uma coisa: nessa reta final, escute o Matt. Ele se entende como artista e faz o melhor por ele!

5 After Midnight – "Sorry/One Dance" (Justin Bieber/Drake)



É ótimo vê-los mais contemporâneos, sem o instrumental de Big Band, que domina as performances desde a terceira semana, mas por algum motivo faltou algo aqui, que nos fez gostar muito mais da primeira. Talvez, seja o fato do palco não ter funcionado tanto como deveria e a coreografia mais contida, que impediu um momento explosivo na performance. Mesmo assim, concordando com Simon, no conjunto, foi a noite mais forte deles até agora na competição e, desse jeito, é questão de protocolo até à final.

Honey G – "Push It/Black Beatles" (Salt-N-Pepa/Rae Sremmurd) 



Hahahahahaha, enquanto assistíamos, comentamos que só um milagre com "Black Beatles" salvaria Honey G do bottom amanhã. E, durante a semana, pelo Whatsapp, assim que saíram as song choices, chegamos a prever que ela faria um "Mannequin Challenge" ao vivo e contando com todo o estúdio...


Dito e feito! #Visionários :)

E não é que ficou ESPETACULAR? Se tratando de um programa ao vivo, vocês não imaginam o quão difícil deve ter sido pra produção criar esse ambiente e tudo beirou a perfeição, principalmente se contarmos que foi um mashup com "Push It" hahaha. Honey G proporcionando um dos melhores momentos do X Factor em sua história, quem diria?! E isso será suficiente pra deixá-la fora do bottom amanhã.

Emily Middlemas – "Human" (Rag ‘N’ Bone Man) 



Escolha inusitada da Emily e finalmente saindo da zona de conforto, ao pegar uma das melhores músicas britânicas do ano. O problema aqui, é que mesmo não sendo lentinha, Emily não deu conta da forma que deveria. Continuou chata, faltou voz em algumas notas e, como Nicole comentou, faltou imprimir mais personalidade (que a letra transborda) e menos doçura. Já pode vazar mesmo, querida. Ryan te espera lá fora!

Saara Aalto – Diamonds are Forever/Diamonds Are a Girl’s Best Friend (Shirley Bassey/Marilyn Monroe)



Embora tenhamos achado cafona, é louvável a forma como ela abraça a loucura. Você sente o quanto ela se diverte e gosta de estar ali no palco, não importa o que faça. Não foi ruim (mas inferior à primeira). Acabou no fim das contas soando muito Broadway pro X Factor. Mas Saara é muito amor e queremos mais que nunca que se salve amanhã

***

Após essas duas rodadas, damos os destaques para a primeira rodada do 5AM e da Saara, a segunda rodada de Matt e o Mannequin Challenge da Honey G, mas mesmo assim, estamos incertos com relação ao Bottom de amanhã. 

Emily estará entre os menos votados, mas quem vai enfrentá-la, é uma total incógnita. Só sabemos que o programa amanhã, que ainda contará com Busted e Clean Bandit, promete!

Resultado de imagem para gif simon cowell

Amanhã estamos de volta pra mais uma Recap!:)
Tecnologia do Blogger.