It Pop Apresenta: o pop contagiante e girl power da banda Hey Violet


A Hey Violet é uma daquelas bandas que, mesmo estando no comecinho, já merece sua atenção. Com uma sonoridade que passeia entre o pop e o rock alternativo e que, atualmente, nos lembra bastante o No Doubt em sua melhor fase, o grupo passou por um longo processo de adaptação e procura de identidade, ganhando e perdendo membros, mudando de gravadora e de direcionamento, até se tornar o que conhecemos hoje e uma das nossas maiores apostas para 2017. 

A Cherri Bomb, antigo nome da Hey Violet, foi criada lá em 2008 quando as integrantes ainda estavam no colégio. Naquela época, a banda era composta apenas por garotas, sendo elas Julia Pierce, Rena Lovelis, Nia Lovelis e Miranda Miller, primeira cantora e guitarrista, cantora e baixista, baterista e tecladista, respectivamente. O nome do grupo era uma clara referência ao sucesso "Cherry Bomb", da também formada apenas por mulheres, The Runaways.

Ainda com esse nome e em sua formação original, a Hey Violet lançou o EP "Stark" em 2011 e logo depois o "This Is The End Of Control", em 2012, todos pela Hollywood Records. Nesses materiais, as meninas faziam algo bem mais voltado para o rock e, de certa forma, bem mais adolescente, parecido com o que víamos o Paramore fazer no início da sua carreira, e que em nada lembra a sonoridade do grupo hoje em dia.  



Por diferenças criativas, a guitarrista e cantora do grupo, Julia Pierce, deixou a Cherri Bomb, levando a entrada do primeiro homem na banda, o guitarrista Casey Moreta, e a transformação de Rena Lovelis em cantora principal. A nova formação acarretou em mais mudanças: em março de 2015, a Cherri Bomb passou a se chamar Hey Violet e deixou a Hollywood Records para assinar com a Hi or Hey Records, divisão da Capitol Records em parceria com o grupo 5 Seconds Of Summer. E foi justamente através do 5SOS que a Hey Violet começou a se encontrar e achar seu público, ao fazer a abertura da turnê dos garotos e lançar o "I Can Feel It", primeiro EP com o novo nome da banda, que já trouxe uma sonoridade em transição, com o grupo começando a misturar pop com rock.


Mas foi só em agosto de 2016 que a banda lançou o EP "Brand New Moves", trabalho que finalmente trouxe a Hey Violet como conhecemos e amamos hoje. Com uma sonoridade que agora mistura bastante os elementos de pop com rock alternativo, a Hey Violet conquistou nossos corações ao mesmo tempo em que parece ter se encontrado como banda, tanto de forma visual quanto sonora, nos trazendo coisas ótimas e divertidas como o single/clipe de "Brand New Moves", mesmo nome do EP.



Recentemente, o grupo adicionou mais um membro, o baixista Iain Shipp, deixando Rena apenas como cantora principal. E, já nessa nova formação (ufa, quantas formações!), a banda lançou a divertida "Guys My Age", que é a definitivamente a melhor coisa que eles já fizeram e que pode ser o lead-single de seu segundo álbum, ou, como preferimos pensar, primeiro disco, afinal, a Hey Violet mudou e amadureceu muito ao longo dos anos e, ainda bem, já não é a mesma banda de antes, né? 

"Guys My Age" ganhou um clipe bem legal, que trabalha com a palheta de cores rosadas que é a moda da vez nos vídeos atuais e que mostra mais uma vez o ótimo direcionamento visual e musical do grupo.


Apesar de hoje em dia a Hey Violet contar com dois caras entre seus membros, ela não perdeu seu girl power, trazendo letras que tratam de assuntos cotidianos, como relacionamentos e, principalmente, sexo, sob a ótica das mulheres do grupo, o que acaba soando empoderador e sendo algo bastante importante quando pensamos que a maioria das músicas de bandas, principalmente nesse nicho de rock alternativo, são feitas na visão de homens.

Se você gostou das canções mais recentes do Hey Violet, vale a pena escutar o último EP deles, o "Brand New Moves". O registro é bem pequeno - contando com a faixa-título, tem apenas três músicas! - mas muito legal e animador. Considerando que depois desse EP eles lançaram "Guys My Age", que é melhor ainda, a gente sabe que só pode esperar coisas cada vez mais interessantes e, claro, divertidas vindas da banda.

Tecnologia do Blogger.