A Warner escalou um agressor para "Animais Fantásticos 2"


A internet foi à loucura com o anúncio de que "Animais Fantásticos 2" contará com a participação de Johnny Depp num papel bem importante e estaria fazendo também uma ponta no filme que chega aos cinemas no próximo dia 17. Entretanto, ninguém parece lembrar-se de que o cara é um agressor e bateu com um celular em Amber Heard.

É importante frisar que a contratação de Johnny Depp e sua participação no primeiro filme foram feitas antes da denúncia de agressão, logo, a Warner não estava ciente do caso. Ainda assim, nada impediria os estúdios de reverem essa escolha, substituindo o ator, dado seu histórico problemático.

O ator já foi agressivo com ela em outras ocasiões — um deles documentado em vídeo. Entretanto, o ápice desta relação problemática foi atingida com o episódio envolvendo o celular. Segundo o TMZ, Amber contou que Johnny ofereceu dinheiro a ela para não comentar sobre o caso, porém ela pediu divorcio. Ainda segundo o site, a atriz estava recebendo ameaças do ator, o que resultou em uma ordem judicial de restrição contra Depp.


Os meses passaram e o ator parece ter sido perdoado pela grande maioria. Quando pensamos que ele sofreria com as consequências de certa maneira com sua ausência no trailer de "Piratas do Caribe 5", topamos com um puta anúncio que o coloca numa das maiores franquias do cinema.

Ele não vai sofrer alguma grande consequência, para muitos nada aconteceu. Talvez a única consequência sofrida pelo ator foi o acordo que resultou em uma indenização paga à Amber Heard que, inclusive, doou boa parte para causas sociais. Já ela será taxada de golpista, devido à indenização; muitos ainda ousarão dizer que é tudo forjado, que ela está mentido, que quer aparecer em cima de um grande ator.

Não é a primeira vez em que um cara renomado no cinema é envolvido com alguma polêmica e não sofre consequência alguma (a longo prazo). Mel Gibson, Sean Penn e Charlie Sheen são alguns dos vários nomes. E no mundo da música, não podemos esquecer de Chris Brown, ex da Rihanna.


Infelizmente, esses caras dificilmente terão suas imagens manchadas por estes casos problemáticos — é raro quando acontece. Quando acusados, todos caem em cima e condenam suas atitudes, mas depois parecem esquecer e batem palmas para notícias como a de ontem. Para estas pessoas, não podemos misturar o passado pessoal do artista com sua carreira. Elas fingem não saber que isto só faz com que seja dada visibilidade a quem não merece.
Tecnologia do Blogger.