“Million Reasons” é exatamente o que você não esperava de Lady Gaga

Quem gostou, bate palma, quem não gostou, paciência. Estamos cada vez mais perto de conferir a chegada de “Joanne”, o disco novo da Lady Gaga, e depois da surpresa que foi seu primeiro single, a roqueira “Perfect Illusion”, a cantora nos deu mais uma amostra desse trabalho, que adianta o que boa parte do público já esperava: esse não é o álbum de retorno da Gaga que a gente pediu. Mas quem disse que isso é algo ruim?

Crítica: Gaga e a fórmula perfeita do ecstasy moderno em “Perfect Illusion”

O primeiro single promocional de “Joanne” é a canção “Million Reasons”, revelada após uma apresentação ao vivo da cantora para a marca Bud Light, que irá acompanhá-la por uma pequena turnê por bares americanos, dando ainda mais força para essa proposta ~underground dessa fase que, como a própria descreveu em seu Twitter: “é a Lady Gaga que vocês conhecem, mas sem a fama”.

“Million Reasons” é bem diferente de “Perfect Illusion”, mas se assemelha ao single produzido por Mark Ronson pela fórmula quase crua, aqui composta por Gaga e um violão. O arranjo, que cresce de maneira gradual, é o que estamos acostumados com artistas como Mumford & Sons, Of Monsters and Men e, pensando na referência mais pop possível, Lady Antebellum, ficando no meio termo entre o folk e country, com, é claro, o vozeirão de Gaga como um puta diferencial.

Ouça:



Dá o Grammy pra ela, academia!
“Joanne” será lançado no dia 21 de outubro e, tanto pelas músicas apresentadas, quanto pelos nomes envolvidos na produção, tem tudo para ser um dos discos mais surpreendentes da cantora, talvez trazendo pouco apelo para as rádios, mas com a aclamação da crítica garantida.

Na apresentação realizada há algumas horas, abrindo a Dive Bar Tour, a cantora fez a primeira performance de “Million Reasons”, além do single “Perfect Illusion” e as inéditas “Sinner’s Prayer” e “A-YO” (essa última é um hinão da porra). Confira abaixo, a partir dos 28 minutos, o show completo:

Tecnologia do Blogger.