Resumão do Emmy 2016: menos Jimmy Kimmel e mais Stranger Things, por favor!

Ontem (18) a noite, os principais astros de TV dos EUA se reuniram em Los Angeles para a realização do 68º Emmy Awards, equivalente ao Oscar das produções televisivas e maior premiação do ramo. Apresentada pelo comediante Jimmy Kimmel, que não teve lá o seu melhor desempenho, a cerimônia não contou com muitas surpresas e trouxe como maiores premiados o popular seriado Game of Thrones (que conquistou o prêmio de Melhor Série de Drama e outros dois principais, totalizando no recorde 38 troféus desde a sua estreia) e a minissérie The People v. O. J. Simpson: American Crime Story (com cinco prêmios em sua categoria).

Produção de Ryan Murphy (American Horror Story, Scream Queens) para o canal FX, The People v. O. J. Simpson: American Crime Story reconstitui em dez episódios o caso do ex-atleta que, em 1994, foi julgado por assassinar a esposa, Nicole Brown, e um amigo. Além de ser eleita como a melhor na categoria minissérie, ela conquistou prêmios de atuação para Courtney B. Vance (Melhor Ator Principal em Minissérie ou Filme), Sarah Paulson (Melhor Atriz Principal em Minissérie ou Filme) e Sterling K. Brown (Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme). Também levou o prêmio na categoria Roteiro para Minissérie, Filme ou Especial.

giphy.gif (640×299)

Dentre as produções de drama, a queridinha série de fantasia épica da HBO conquistou (além do prêmio principal) os prêmios de Melhor Roteiro e Melhor Direção (ambos pelo episódio "Battle of the Bastards", da última temporada exibida). O prêmio de Melhor Ator em Série de Drama foi para o maravilhoso Rami Malek, por seu desempenho como o protagonista de Mr. Robot, e o de Melhor Atriz em Série Dramática para Tatiana Maslany, que o conquistou merecidamente por suas diversas interpretações em Orphan Black.

Na categoria de comédia, o prêmio principal foi, pela segunda vez, para a sátira política da HBO Veep. A protagonista, Julia Louis-Dreyfus, conquistou o prêmio de Melhor Atriz em Série de Comédia pela quinta vez consecutiva (!). Jeffrey Tambor, também veterano ao prêmio, o conquistou novamente na categoria Melhor Ator em Série de Comédia por seu papel em Transparent.

No geral, a edição deste ano do Emmy Awards não trouxe muitos momentos memoráveis ao público. Apesar dos prêmios merecidos e quase nada que surpreendesse (um caso ou outro, como a conquista positiva de Tatiana Maslany, as injustiças com a minissérie Fargo e o reconhecimento ao especial de TV Grease Live!), a apresentação do evento foi bastante desequilibrada e desinteressante.

giphy.gif (480×245)

Jimmy Kimmel caiu no lugar-comum das péssimas piadas envolvendo racismo e foi muito bem ofuscado por outros astros e comediantes, como Amy Schumer, James Corden, Matt Damon e o queridíssimo elenco mirim do seriado Stranger Things (e que - definitivamente - roubou a cena!). Um ponto positivo, no entanto, vem nos apelos à visibilidade de transexuais na indústria do entretenimento, realizados por Jeffrey Tambor, Laverne Cox (de Orange is the New Black) e pela diretora Jill Soloway, de Transparent. É isso aí!

giphy.gif (480×258)

Confira aqui a lista completa de nomeados e vencedores.
Tecnologia do Blogger.