Um dos piores VMAs da história, com algumas das suas melhores atrações

Foi no último domingo (28) o tão aguardado MTV Video Music Awards 2016 e, até o momento em que a premiação começou, tínhamos aquela impressão de que algo estava errado, uma vez que a emissora não fez alarde sobre grandes apresentações, com exceção da Rihanna e Britney Spears, além de mal ter comentado sobre seus apresentadores.

E eis que, ao assistirmos todo o evento, tivemos a certeza de que a nossa impressão estava certa.

O VMA desse ano tinha tudo o que os fãs de música pop tanto pediram nos anos anteriores. Ninguém aguentava mais premiações encabeçadas por Taylor Swift, Ed Sheeran e Ellie Goulding, ainda que o trabalho deles seja muito bom, e quando teve a oportunidade de fazer um puta show com Beyoncé, Rihanna e Britney Spears, além da dona de um dos discos pop mais interessantes do ano, Ariana Grande, a MTV deixou passar.

O grande erro dessa edição do Video Music Awards foi a falta de organização, uma questão de equilíbrio na ordem de apresentações, além dos nomes presentes como um todo. 

O começo, com a Rihanna, foi esquecível, ainda que, pouco antes dela sair do palco, tenhamos sido informados que os tiros não acabariam ali, e alguns momentos foram simplesmente inexplicáveis, como a oportunidade de Future ter o palco só pra ele, quando tínhamos o Chance The Rapper ali na plateia, sendo um nome em potencial pra fazer algo bem mais interessante.


Ariana Grande entregou uma apresentação divertida, dançante e bem feita, fez o que foi chamada. Britney Spears brilhou, recebeu seus merecidos aplausos com uma era que continua respondendo aos haters que conquistou desde a queda em 2007. E Beyoncé, o que foi a Beyoncé? A gente está começando a pensar no que essa premiação fará quando ela não estiver promovendo um novo trabalho, mas deixemos essa discussão para mais tarde.

No fim das contas, esse VMA tinha tudo e, ainda assim, terminou com aquela impressão de que não aconteceu nada. Ainda falaremos bastante da Beyoncé, um ou outro bloco da Rihanna foi realmente impecável e, claro, teve aquele clipe do caralho do Kanye West, mas o que fica para aqueles especiais das edições seguintes? Se é que haverão seguintes.

Em 2017, é bem provável que a MTV conte com Lady Gaga, Christina Aguilera, Katy Perry e até Taylor Swift outra vez. A nossa torcida, além das atrações, fica pra que eles saibam o que fazer com todas elas. A história do VMA é boa demais para acabar assim.
Tecnologia do Blogger.