MC Carol fala sobre a violência da PM na favela em seu novo single, “Delação Premiada”

"Não existe justiça se assassino tá fardado".

Foram muitos os lançamentos de cantoras pop nas últimas horas, incluindo “Make Me”, da Britney, e “Rise”, da Katy Perry, mas se tem um lançamento que não poderia passar despercebido por nós, esse é a incrível música nova da MC Carol, que, enfim, abre os trabalhos do seu disco de estreia.

“Delação Premiada” é o primeiro single do álbum “Bandida”, ainda sem previsão de lançamento, e, em sua letra, a funkeira trata de nada menos do que o assassinato da população periférica e a violência policial. Por meio de um sample, a música ainda conta com o trecho de uma reportagem, no qual a polícia é acusada de torturar e matar Amarildo, um pedreiro da Rocinha, confundido com um traficante.



Quem assina a produção de “Delação Premiada” é o talentosíssimo Leo Justi, que também trabalhou com Carol em “Toca na Pista”, e a música marca uma importante evolução no trabalho da moça, que já cantou sobre “usar crack que é mais light” e falava que sua “avó tá maluca, ela comprou uma peruca”. O caminho seguido por esse novo trabalho é trilhado desde “Cabral”, no qual a brasileira trata do “descobrimento” do país e o genocídio dos índios, e prova que, por trás das letras divertidas e frases que se tornam memes, há uma artista que deve ser levada a sério.

A estreia de “Delação Premiada” nas plataformas digitais deve acontecer na próxima semana, mas, com seu lançamento no Soundcloud e Youtube, MC Carol já se tornou assunto em algumas das principais publicações virtuais do país, o que nos dá um orgulho imenso. Bateu uma onda forte de empoderamento.