O novo álbum do Blood Orange, “Freetown Sound”, é tudo o que você precisa ouvir hoje

Tá pensando que só a Beyoncé pode surpreender os seus fãs? O músico Dev Hynes decidiu antecipar nessa terça-feira (28) o lançamento do seu mais novo álbum, “Freetown Sound”, que pertence aos seus trabalhos com o projeto Blood Orange.

O disco, inicialmente planejado para a próxima sexta (01), foi revelado ao público sem qualquer aviso prévio, acompanhado do videoclipe de seu primeiro single, que é a maravilhosa “Augustine”.



Nos últimos anos, Dev Hynes trabalhou com muitos nomes mais conhecidos que ele, como Florence + the Machine e Carly Rae Jepsen, conquistando uma visibilidade que, até então, não tinha para o seu trabalho dentro do mainstream, mas, agora que todos estão com os olhos e ouvidos virados para o cara, seu disco “Freetown Sound” tem tudo para ser o queridinho alternê do ano, incluindo a qualidade para tal.

Em seu Twitter, Hynes revelou a lista de colaboradores do álbum, que participam cantando, fazendo backing vocal e, em alguns casos, discursos durante as canções. Sua lista inclui Nelly Furtado, FKA Twigs, Angel Haze, Debbie Harry e nossa querida Carly Rae Jepsen. A canadense, que colaborou com Dev pela primeira vez em “All That”, do seu último álbum, participa da faixa “Better Than Me”, ainda que não seja oficialmente creditada em sua tracklist.



Com 17 faixas inéditas, o sucessor de “Cupid Deluxe” marca um importante amadurecimento no som de Blood Orange, que já era foda, e como o próprio explica, soa como o encontro do que ele já foi e agora é, mesclando suas influências com a forma como pode hoje trabalhar os seus vocais, enquanto canta sobre assuntos que vão da religião ao sexo, falando ainda sobre raças, política, entre outras coisas.

Pode ser cedo para formar opiniões, mas bastam algumas audições para ter certeza de que esse é um dos trabalhos mais consistentes e autênticos do ano.


Tecnologia do Blogger.