Jornalista assediada por Biel é demitida; cantor é denunciado por mais uma repórter

Já faz alguns dias desde que a imprensa tomou conhecimento sobre uma denúncia feita contra o cantor Biel, que assediou uma repórter durante uma entrevista de divulgação do seu disco de estreia, “Junto Vamos Além”, e depois que esse assunto ganhou a mídia, o cara viu muito do que havia conquistado ficando para trás, incluindo contratos com marcas como a grande Coca-Cola e até mesmo perdendo o espaço na trilha sonora da Globo.

Enquanto o assunto era incessantemente divulgado, o portal onde trabalhava a repórter assediada, iG, fez questão de afirmar que daria toda a proteção necessária a ela e que repudiava qualquer tipo de violência contra a mulher, entretanto, bastou o assunto “esfriar” publicamente, pra que a empresa mudasse sua postura e, sem muito alarde, demitisse a jornalista.

Alegando uma duvidosa “reestruturação” que, até então, afetou apenas a repórter que fez a denúncia, a notícia sobre essa demissão chegou ao público na última sexta-feira (17) e causou surpresa no público, que tem usado as redes sociais para cobrar explicações da empresa que, no fim das contas, apenas perpetua toda essa cultura que culpa as vítimas pelos assédios sofridos, indo no sentido contrário do que pareciam defender em meio a todo o ocorrido.

PEDE MAIS QUE EU TE DOU

Por mais que as discussões sobre o assunto já não estejam tão intensas quanto há alguns dias, a situação de Biel está longe de melhorar e, por mais que tente seguir com a sua agenda habitual, o cantor recebeu há alguns dias mais uma denúncia de assédio, vinda de outra jornalista que o entrevistou no mesmo dia que a ex-funcionária do iG, mas o que foi dito ou feito pelo cantor não chegou a ser divulgado.

Vários dias após a primeira denúncia chegar ao público, Biel publicou no Youtube um vídeo em que tenta limpar a sua barra, se desculpando não só com a repórter responsável pela denúncia, mas também com “todas as mulheres que tenham se sentido ofendida”. O cantor, entretanto, deixa vago o motivo pelo qual está se desculpando, em momento algum assumindo que cometeu um assédio.



No mesmo dia em que assediou a repórter em questão, que teve seu nome colocado em sigilo judicialmente, Biel também concedeu uma entrevista para o It Pop, no qual afirma que “mulher, para pegar homem, é só abrir as pernas” e mais uma série de asneiras machistas que você pode ler e ouvir aqui.

Também esperando por maiores esclarecimentos, lamentamos desde já a postura do Portal iG, que, na primeira oportunidade, foi contra aquilo que publicamente defendeu, perpetuando o machismo que disse repudiar e prejudicando a repórter que garantiu proteger. Não temos por que nos calar.
Tecnologia do Blogger.