Precisamos falar rapidinho sobre o último episódio de "Once Upon A Time"


A gente quase não fala sobre "Once Upon A Time" por aqui. E nem é por desventuras e contratempo dos blogueiros, é que a série caminhava de mal a pior. Tropeçamos na terceira temporada e levamos um belo tombo na quarta e quinta. Foram muitos contos e histórias introduzidas, pouco aproveitamento e muito surto dos roteiristas — Hades, gente? Sério? Entretanto, com a season finale desta temporada, a série pode ser finalmente salva.

Ah!, já avisamos que vamos rechear esta publicação de spoilers. Então, se você está assistindo a série, mas está lá atrás, pare de ler neste momento. Termine as temporadas e volte aqui depois. Se está com tudo em dia, bora com o tio. Mas antes de falarmos do episódio em questão, vamos voltar dois capítulos, ir para aquele que pareceu uma verdadeira season finale.

Neste episódio, tudo se resolve fácil e rápido — parecia que aquele era o último episódio e tudo tinha de ser resolvido às pressas —, mas temos uma grande consequência do vilão Hades: a morte de Robin. O grande amor de Regina morre ao se sacrificar por ela. E na cena em questão, vemos, pela primeira vez em duas (?) temporadas uma Regina realmente sangue nos olhos (vamos ignorar os momentos em que seu filho corria perigo). É bem breve isto, como vocês devem lembrar, mas já poderíamos contar ali um indício de que a Evil Queen em algum momento iria retornar.

Devido aos eventos do episódio 21, julgamos logo de cara que os dois próximos serviriam apenas como fillers, mas eles preparavam algo maior. Sim, "Once Upon A Time" nos preparava para, de fato, trazer a Evil Queen de volta.

Desde a primeira cena, vemos que a própria Regina está preocupada, porque há uma possibilidade da mesma explodir e ser tentada pela Escuridão. Em paralelo, somos apresentados ao conto d'O Médico e o Monstro". Ambos os plots não pareciam ter ligação alguma, mas na última leva de minutos que tudo fez sentido.

Em suma, Henry Jekyll cria um soro capaz de separar o bem e o mal das pessoas e Snow, sabendo do desespero de Regina e da existência de tal soro, sugere à bruxa para que use-o, separando-a, assim, da Evil Queen. Regina usa e mata seu próprio mal. Entretanto, a rainha não é morta como muitos pensavam, e é mostrada muito bem e louca pra tacar o terror ao fim do episódio. Logo, concluímos que:

"ONCE UPON A TIME" PODE SER SALVA!

Com a volta da melhor vilã da série, podemos contar com uns bons episódios para a sexta temporada, né? Sem contar que a mesma volta como um personagem único, isento daquela balela de ir pra luz e blah, blah, blah. Aaaah!, a gente ainda pode contar com uma batalha Evil Queen X Regina. TAQUIPARIU, ESSA TEMPORADA NOVA TEM TUDO PARA SER ÓTIMA.
Tecnologia do Blogger.